Fernando Cury é eleito deputado estadual com mais de 85 mil votos

Último deputado eleito pelo município havia sido Milton Flávio, do PSDB, em 1994

da Redação

Após uma campanha que percorreu diversas cidades pelo Estado, Fernando Cury (PPS) foi eleito deputado estadual com 85.925 votos. Ele representa o município desde o médico Milton Flávio (atual presidente do PSDB da cidade de São Paulo), que chegou à Assembleia Legislativa em 1994 e ocupou o cargo por dois mandatos.

Em entrevista à Rádio Criativa FM logo após o final da apuração dos votos, Cury agradeceu a familiares e militância pela eleição e frisou este ser um momento histórico para a política local. “Viajamos mais de dois anos e foram mais de 200 cidades. É um momento de agradecer à minha família, equipe, coordenadores e lideranças. Cumprimos o papel de ter a maior votação para deputado estadual na história em Botucatu. Temos uma nova oportunidade de fazer política”, declarou o deputado eleito.

Fernando Cury obteve 38.940 votos somente em Botucatu. Ele é irmão do atual prefeito de Botucatu, João Cury Neto (PSDB), que atuou como coordenador da campanha de Aécio Neves para presidente da República no interior paulista.

Demais candidatos a deputados estadual e federal

Outra postulante ao cargo de deputada estadual, a vereadora Rose Ielo, do PT, teve 10.608  votos. Renato Galendi, do PRP, teve 6.884 votos e também disputava uma vaga na Assembleia Legislativa.

Milton Monti (PR), foi reeleito deputado federal ao angariar 115.941 votos. Narcizo Minetto Júnior, do PV, contabilizou 10.626 votos para a Câmara dos Deputados.

Votos para presidente, governador e senador

Botucatu possui 94.688 eleitores, sendo que nas eleições deste ano o total foi de 80,11% votantes e 19,89% ausentes. Com a totalidade das urnas apuradas no município às 21 horas, a definição de candidatos preferidos nas urnas estão conhecidos.

Para a presidência da República, Aécio Neves (PSDB) obteve 34.913 votos, ou 51,93 % da preferência do eleitorado. Marina Silva (PSB), 15.856 ou 23,59 % dos votos. A presidenta e candidata à reeleição pelo PT, Dilma Rousseff, contabilizou 13.006 votos ou 19,35 %.

Na votação para governador do Estado, Geraldo Alckmin (PSDB) teve 41.435 votos (65,10 %), seguido por Paulo Skaf (PMDB) com 13.674 votos (21,48 %) e Alexandre Padilha (PT) 7.043- 11,06 %.

No Senado, José Serra (PSDB) obteve 38.443 votos (ou 67,17 %), seguido por Eduardo Suplicy (PT), com 14.337 ou 25,05 % da preferência. Gilberto Kassab (PSD) teve 3.552 votos- 6,21 %.

Deixe uma resposta