Juntos, somos mais fortes!

Compartilhando os mesmos desejos, os mesmos ideais, selamos um feliz casamento com o PC do B

por João Cury*

joao_cury_2016Como em qualquer campo da atividade humana, no exercício da política não é recomendável que as conveniências se sobreponham às convicções. Sermos fiéis a nossa crença, não nos afastarmos de nossos propósitos nem sempre nos conduzirão por atalhos ou caminhos mais fáceis, mas nos permitirão que qualquer ação realizada com sucesso aqueça nosso coração, conforte nossa alma e nos encha de disposição para enfrentar novos e maiores desafios.

Apesar minha curta caminhada de sete anos e meia na vida pública, meu período à frente da Prefeitura tem mais passado do que futuro. As experiências que acumulei tendo a honra de, por dois mandatos consecutivos, administrar uma cidade do porte e da importância de Botucatu, me levam a acreditar cada vez mais que o sucesso na gestão pública é fruto de uma construção coletiva, executada por diversos atores e a várias mãos. Por isso costumo dizer que o melhor de nós sozinho é pior que todos nós juntos.

Já em 2008, quando fui escolhido pelo PSDB para liderar um projeto que fosse capaz de demonstrar para a população que nossa cidade podia e merecia mais, sabíamos que nossa chance de vitória residia na formulação de uma proposta sintonizada e que respondesse aos anseios das mais diferentes camadas de nossa população.

Para a construção desse projeto, além dos companheiros de meu partido, a combinação de propósitos nos aproximou de outras siglas partidárias com a mesma disposição em contribuir com mudanças transformadoras que inaugurassem um novo ciclo de desenvolvimento em nossa cidade. Compartilhando os mesmos desejos, os mesmos ideais, selamos um feliz casamento com o PC do B, que além de sua experiência e combatividade, me permitiu ter ao meu lado no exercício do mandato, não apenas um grande vice-prefeito, mas um novo amigo, um fiel companheiro, um sábio conselheiro: Professor Caldas. Um novo irmão que a política me deu.

Nosso projeto, que encheu a cidade de esperança e foi vitorioso nas urnas, também contou com a participação ativa de outros importantes partidos como o PPS, o PP e o PSC. E com o apoio e a contribuição vinda de todos os setores da sociedade. A classe política não pode cair no erro de acreditar que sozinha será capaz de apresentar todas as soluções para os nossos problemas e desafios. Botucatu se diferencia pela qualidade de sua gente. Aqui as pessoas têm muito a dizer. Podem e devem colaborar para a construção de uma cidade mais humana. Menos desigual. Que gere mais oportunidades. E transforme, para melhor, a vida das pessoas.

Já naquela época, era muito claro para nós que, sozinhos, não chegaríamos a lugar algum. Era preciso união para que pudéssemos fazer mais e melhor. Quatro anos mais tarde, em 2012, repetimos essa fórmula, pois tivemos a certeza de que, juntos, poderíamos ser ainda mais fortes.

Disputamos as eleições com o apoio de uma coligação que reunia, além do PSDB e PC do B, outros 11 partidos. Depois de muito trabalho, seguindo a risca a campanha dos “3S´s” (suor, sola de sapato e santinho) conquistamos a tão sonhada reeleição. A população entendeu, mais uma vez, que o projeto que liderávamos estava sintonizado com as necessidades de uma cidade que, após longos anos, retomava sua vocação de líder regional. Temos a convicção de que nosso município avançou muito, em diversas áreas. Mas sabemos também que é possível fazer mais, fazer diferente e fazer ainda melhor.

Chegamos a 2016. Mais uma eleição se aproxima. Vivemos um novo momento. Os desafios são outros. Mas nossas convicções e crenças continuam inabaláveis.PSDB e PC do B, mais uma vez, marcharão juntos. Temos consciência que, por mais preparados que sejam, nossos pré-candidatos a prefeito Mário Pardini e a vice-prefeito André Peres, não terão condições de, sozinhos, executaremo projeto que se propõe a iniciar um novo ciclo de desenvolvimento para a cidade.

Por isso, vamos repetir o modelo de alianças que tem dado certo. Abrindo espaço para diferentes pensamentos, que nos permitam construir uma proposta plural, que não seja propriedade exclusiva de uma única bandeira partidária. Nesta pré-campanha eleitoral, já temos 22 partidos dispostos a caminhar juntos. Cada um tem sua importância e representam os diferentes segmentos da nossa sociedade. Estão inseridos em todas as regiões da cidade e entendem muito bem como e onde o próximo governo deve agir.

Tenho certeza que essa união das forças políticas de diferentes partidos, juntamente com outras forças vivas da sociedade, como os movimentos sociais e sindicais, Terceiro Setor e a Universidade, por exemplo, saberão entender por quais caminhos devemos seguir. Retroceder, jamais. Botucatu, sempre, merecerá muito mais. #tamojunto

*João Cury Neto (PSDB) é prefeito de Botucatu e presidente do PSDB local.

**Os artigos assinados por colunistas não traduzem necessariamente a opinião do Notícias.Botucatu.

Deixe uma resposta