PT oficializa Érick Facioli e Cátia Fonseca candidatos à Prefeitura de Botucatu

Em convenção, partido também homologa 10 nomes postulantes à Câmara Municipal

do PT de Botucatu – editado

“Nossa luta continua mais forte. É um ponto de início para que possamos apresentar nossas propostas de uma cidade melhor a todos”. O jornalista Érick Facioli sintetizou seu sentimento ao ser aclamado candidato a prefeito nas eleições municipais de outubro, pelo Partido dos Trabalhadores de Botucatu. A escolha foi ratificada em convenção, realizada na noite de quarta-feira (27).

Candidatos com Everaldo Rocha, presidente do PT Botucatu

Candidatos com Everaldo Rocha, presidente do PT Botucatu

Com a definição de seus candidatos, o PT de Botucatu mantém sua tradição de lançar candidatos próprios nas eleições municipais, fato que ocorre desde 1980, de acordo com o partido, que foi administrou a cidade por dois mandatos (2001-2008), com o agora adversário Mário Ielo.

A convenção que ratificou o nome de Facioli também definiu a médica pediatra Cátia Fonseca como candidata a vice-prefeita, além de apresentar candidatos a vereador. “É importante termos nomes fortes para que, quando chegarmos à Prefeitura, possamos fazer uma administração voltada a todos os botucatuenses”, disse Facioli.

Para a candidata a vice, a definição dos nomes a disputar as eleições, demonstra a importância dada pelo PT de Botucatu ao debate político e questões de gênero. “É um dia importante, pois conseguimos garantir a igualdade de gênero já na chapa majoritária e estamos felizes em poder apresentar para Botucatu uma proposta de cidade mais igualitária”, frisou Cátia.

Evento visa arrecadar fundos para campanha

No sábado, dia 30, o partido promoverá um churrasco para arrecadação de fundos para a campanha de Érick Facioli. O evento começa às 17 horas, no Salão de Festas Observatório, localizado no Bairro Alto.

As novas regras das Eleições 2016 estabelecem restrições ao financiamento de campanha como o impedimento de doações de empresas ou pessoas jurídicas. Apenas pessoas físicas podem contribuir e com limite máximo de até 10% dos seus ganhos. O valor também não pode ultrapassar R$ 80 mil.

Deixe uma resposta