Santos e Ponte Preta abrem a rodada do final de semana do Brasileirão

O Santos se aproximou do pelotão de cima da competição após três vitórias consecutivas

da Federação Paulista de Futebol

Quadrifinalistas do Paulistão Itaipava 2017 quando o time de Campinas levou a melhor, Santos e Ponte Preta se reencontram neste sábado, às 21h, no mesmo estádio do Pacaembu, palco do confronto histórico de meses atrás, quando o time campineiro avançou à semifinal após disputa por pênaltis. Próximos na tabela de classificação, os paulistas fazem um confronto direto, embora vivam momentos diferentes.

Quinto colocado com 12 pontos, o Santos se aproximou do pelotão de cima da competição após três vitórias consecutivas. Já sob o comando de Levir Culpi, o time da Vila Belmiro venceu na última quarta-feira (14) o seu primeiro clássico no ano, diante do Palmeiras, por 1 a 0.

Nesta sequência de vitórias, o time não sofreu gols. Thiago Maia, volante e titular absoluto da equipe, divide os méritos pela invencibilidade da defesa com o grupo. “O papel de todo mundo é importante. Não só dos zagueiros e dos volantes, mas também o pessoal lá da frente, que ajudam bastante na marcação. Espero que continuemos assim. Com essa força e essa união podemos ir bem longe”, disse Maia.

Em boa fase, Kayke deve ser mantido na equipe, mesmo que Ricardo Oliveira volte a ter condições de jogo. Desta maneira, o Santos de Levir Culpi deve ir a campo com Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Jean Mota; Renato, Thiago Maia e Lucas Lima; Bruno Henrique, Copete e Kayke.

Na nona colocação com dez pontos, a Ponte Preta pode roubar posições do próprio Santos caso seja vencedora no confronto desta noite. O time de Campinas vem de derrota para o Flamengo na última rodada, por 2 a 0, o que fez com que perdesse uma posição na tabela de classificação.

Sem conquistar pontos fora de casa até a sétima rodada, o técnico Gilson Kleina diz esperar por uma postura mais agressiva de seu time para que isso sejá possível neste sábado. “Tivemos uma postura um pouco melhor na noite de quarta, mas e tivemos alguns vacilos que custaram caro. Vamos trabalhar e reagir e ver a maneira que vamos armar a equipe para o jogo contra o Santos”, afirmou.

Para este confronto, o treinador deve ter o retorno do experiente atacante Emerson Sheik. Sendo assim, a única duvida na formação do time é no meio de campo, que pode ter três homens de marcação ou um quarto elemento, Renato Cajá, com mais criatividade. A provável Ponte Preta tem Aranha; Nino Paraíba, Marllon, Kadu e João Lucas; Naldo, Elton, Jádson e Renato Cajá (Negueba); Emerson Sheik (Claudinho) e Lucca.

Deixe uma resposta