Nova fase da Lava Jato cumpre mandado de busca e apreensão em Conchas

Não há, porém, detalhamentos da ação da PF naquele município e nem se ocorreram novas prisões

por Flávio Fogueral

A 42ª fase da Lava Jato, batizada de “Operação Cobra”, deflagrada na manhã desta quinta-feira, 27, prendeu o ex-presidente da Petrobras e do Banco do Brasil,  Aldemir Bendine, junto com operadores financeiros suspeitos de participarem do recebimento de R$ 3 milhões em propinas pagas pela Odebrecht.

A Polícia Federal prendeu o ex-executivo em Sorocaba, mas também cumpriu mandados de busca e apreensão em mais duas cidades, sendo uma delas em Conchas, conforme informações divulgadas pela GloboNews. Não há, porém, detalhamentos da ação da PF naquele município e nem se ocorreram novas prisões.

Bendine esteve no comando do BB entre 17 de abril de 2009 e 6 de fevereiro de 2015, e foi presidente da Petrobras entre 6 de fevereiro de 2015 e 30 de maio de 2016. De acordo com o MPF-PR, existem evidências de que ele pediu propina à Odebrecht AgroIndustrial.

Deixe uma resposta