Unesp de Botucatu receberá jornada para debater o uso de agrotóxicos

Evento é voltado não apenas ao meio acadêmico e profissional da saúde pública, como também à comunidade

da Assessoria da Unesp

A 16ª edição da Jornada de Toxicologia, será realizada nos dias 17 e 18 deste mês de agosto, no Instituto de Biociências (IB) da Unesp, campus Botucatu. O tema deste ano é “Agrotóxicos: Saúde e Ambiente”. Ela é voltada não apenas ao meio acadêmico e profissional da saúde pública, como também à comunidade interessada neste atual e pertinente assunto.

Trata-se de um dos mais renomados eventos científicos sobre o tema no Brasil, que ocorre a cada dois anos, e é promovido pelo Centro de Assistência Toxicológica (Ceatox) da Unesp Botucatu, referência nacional em toxicologia. O objetivo é discutir temas relevantes da área e proporcionar a divulgação de resultados científicos.

A jornada será aberta no dia 17, com a realização de três minicursos relacionados à toxicologia em geral: “Toxicologia Forense e sua Importância na Sociedade”; “Nanotoxicologia: Fundamentos e Perspectivas”; “Evidências sobre a Relação entre Alimentação, Nutrição e Câncer”. Ainda neste dia, às 20 horas, será organizada uma “Sessão Pipoca” aberta a toda comunidade com apresentação do documentário “O Veneno está na Mesa” e lançamento do curta-metragem “Falso Orvalho”.

No dia 18 haverá palestras e mesa redondas ministradas por pesquisadores acadêmicos, bem como apresentação de pôsteres. Destaque à apresentação do dossiê da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), além do posicionamento do Inca (Instituto Nacional do Cãncer) sobre os efeitos dos agrotóxicos nos alimentos e sua relação com o crescimento do número de casos de câncer no Brasil.

“A conscientização é o primeiro passo para sensibilizar e gerar ações que possam contribuir com a sociedade. Vale ressaltar ainda que existem grupos de toxicologistas espalhados pelo País que estão engajados a encontrar alternativas junto às empresas e poder público. Por isso, abordar este tema em um evento como este auxilia neste processo”, enfatiza Valéria Sandrim, supervisora do Ceatox.

As inscrições para a 16ª Jornada de Toxicologia podem ser feitas através do site até o dia 14 (segunda-feira): jornadatoxico.wixsite.com/jornada.

Sobre o Ceatox

O Centro de Assistência Toxicológica – Ceatox, unidade auxiliar vinculada ao Instituto de Biociências de Botucatu da Unesp desde a década de 70, tem como finalidade desenvolver atividades na área da toxicologia, bem como orientações telefônicas através do 0800-722-6001 a profissionais da área da saúde de todo o País envolvidos no tratamento de humanos e animais intoxicados.

Também realiza análises toxicológicas com ênfase em metais pesados e agrotóxicos, além de pesquisa e formação de profissionais na área, através da promoção de estágios, palestras, cursos, aulas e mestrado e doutorado na área. Entre as diversas atividades, destaca-se ainda o atendimento ambulatorial a pacientes intoxicados cronicamente, principalmente por agrotóxicos e metais pesados.

Nada mais é que um dos únicos ambulatórios neste formato no Brasil. Com uma média anual de 350 atendimentos e 800 coletas de sangue para exames, este ambulatório conta com uma equipe multiprofissional constituída por médica, enfermeira, farmacêuticos, químicos e pesquisadores.

Os pacientes vêm ao centro em busca de diagnóstico e tratamento para sintomas. Muitas vezes confundidos com outras patologias, mas que não respondem aos tratamentos clássicos. Essas pessoas são encaminhadas por hospitais, unidades básicas de saúde, clínicas particulares, Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) ou procuram o ambulatório espontaneamente.

Deixe uma resposta