Botucanto 2017 divulga programação, com tributo a Cláudio Fazzio

Esta edição do evento terá uma mostra musical de altíssimo nível, com quatro pocket shows

da Prefeitura de Botucatu

Já foram definidas as atrações do Botucanto 2017. As apresentações serão realizadas entre os dias 23 e 25 de novembro no Espaço Cultural “Antonio Gabriel Marão”, a partir das 20h, com entrada franca.

Além das 20 canções de diversas regiões do país que disputarão o festival, esta edição do evento terá uma mostra musical de altíssimo nível, com quatro pocket shows (apresentações de meia hora) a cada noite.

Assim como as canções concorrentes do festival, os espetáculos que serão apresentados na mostra foram selecionados a partir de um edital. Neste ano, o Botucanto recebeu inscrições de cerca de trezentas canções e quase duzentos projetos de pocket shows. Confira os shows desta edição:

Quinta-feira – 23/11

– Tributo a Cláudio Fazzio – Vários artistas de Botucatu e região se reúnem no palco do Botucanto em um grande encontro para celebrar a música e a memória de um dos criadores do evento, falecido há 10 anos.

– Carlinhos Vergueiro, Douglas Germano e Trio Gato com Fome – Três gerações do samba paulista mostram sua arte num encontro inédito. Vergueiro é parceiro de Vinicius de Moraes, Chico Buarque, Paulinho da Viola e Adoniran Barbosa e tem canções gravadas por Beth Carvalho e Clementina de Jesus. Germano já teve suas músicas gravadas por Elza Soares, Criolo e Fundo de Quintal e vem sendo considerado um dos melhores compositores brasileiros da atualidade. Com muito talento e irreverência o Trio Gato com Fome é um dos destaques do samba da Paulicéia. Em 2015, lançaram “Em Busca dos Sambas de Raul Torres”, revisitando a obra do lendário compositor botucatuense, que rendeu ao conjunto indicação ao Prêmio da Música Brasileira, na categoria “melhor grupo de samba”.

Varal Royal

– São Yantó – nova identidade musical do cantor, compositor, bailarino e performer mineiro Lineker Oliveira. O artista já concebeu e apresentou inúmeros trabalhos como cantor e lançou os álbuns “eLe”(2012), “Verão” (2016), LINEKER (2016) e “São Yantó” (2017). Atua também como professor de canto, preparador vocal e corporal de espetáculos.

– Varal Royal – banda formada em Avaré-SP no ano de 2009 que mescla o rock alternativo e o eletrônico. Lançou seu primeiro álbum em 2015. Já se apresentou em festivais importantes como Sp Music Festival (São Paulo – SP), Fampop (Avaré-SP),Botucanto (Botucatu-SP), Fejacan (Jacarezinho – PR), Manifesta (Brasília – DF), entre outros. Em 2017 conquistou o prêmio de melhor música avareense na 35ª Fampop.

Sexta-feira – 24/11

– Alexia Evellyn – cantora de muitos recursos e bacharel em Canto Popular, a jovem artista apresenta o surpreendente show Totem, que promove a pesquisa sobre as relações entre a cidade, a mulher, a música tradicional e a espiritualidade.

– Míriam Maria – cantora com mais de vinte anos na estrada, lançou em 2.000 seu primeiro álbum solo “Rosa Fervida em Mel”, muito bem recebido pelo público e pela crítica. Em 2009, em parceria com Sergio Molina, lançou “Sem Pensar Nem Pensar”, disco com letras inéditas de Itamar Assumpção. Míriam cantou em discos e shows com artistas tão diversos quanto Zeca Baleiro, André Abujamra, Lokua Kanza, Mestre Ambrósio, entre outros. Foi integrante das Orquídeas do Brasil, banda feminina que acompanhou Itamar Assumpção e com a qual segue fazendo shows levando adiante a obra do mestre. Em 2016 lançou “Rama”, seu segundo disco solo, com composições de Chico César, Zeca Baleiro, Maurício Pereira, Vicente Barreto e Paulo Leminski, entre outros.

Trio Gato com Fome

– Mauricio Pereira – tem 6 discos solo e suas composições têm sido gravadas por artistas como Metá Metá e Maria Gadu, entre outros. Nos anos 80 criou a banda Os Mulheres Negras com André Abujamra. Tem parcerias com artistas como o violeiro Paulo Freire, o compositor Wandi Doratiotto e o grupo O Terno. Em sua apresentação, será acompanhado pelo guitarrista Tonho Penhasco, com anos de estrada ao lado de artistas como Arrigo Barnabé e Itamar Assumpção.

– Dael Vasques e Piteco – dois jovens talentos da cena musical botucatuense, ambos já vencedores do Cantos da Cuesta, apresentam sua arte inquieta e incisiva, acompanhados da banda Os Mininu, no encerramento da segunda noite do evento.

Sábado – 25/11

– Marcelo Pretto e Swami Jr. – ritmo, harmonia, melodia e palavras compõem essa parceria entre voz e violão de 7 cordas, com técnica primorosa e refinamento harmônico.  Violonista, produtor, compositor e arranjador, Swami Jr. já atuou ao lado de grandes nomes da música popular brasileira, como Maria Bethânia, Chico César, Zizi Possi, Zeca Baleiro, Elza Soares e Vanessa da Mata. Há onze anos faz a direção musical do trabalho da estrela cubana Omara Portuondo. Marcelo Pretto, por sua vez, é cantor autodidata com longa atuação nos grupos A Barca e Barbatuques, com os quais gravou discos e participou de espetáculos no Brasil e no exterior. Foi finalista do Prêmio Visa (2002) e tem um DVD solo lançado pela coleção Toca Brasil, do Itaú Cultural. Intérprete afeito a improvisações, Marcelo incrementa seu canto com baixo vocal, respiração, percussão de bochecha e berimbau de boca. A dupla lançou em 2014 o elogiado CD “A Carne das Canções”.

Blubell

– Bruno Batista – cantor e compositor maranhense radicado em São Paulo. Já possui 4 álbuns lançados “Bruno Batista” (2004), “Eu não sei sofrer em inglês”(2011), “Lá”(2013) e “Bagaça” (2016) pelos quais recebeu diversos prêmios. Seus discos têm participações de artistas como Tulipa Ruiz, Zeca Baleiro e Marcelo Jeneci. Também participou de festivais tendo sido vencedor da tradicional Fampop por duas vezes.

– Demétrius Lulo – Compositor, cantor e violonista, apresentou-se em vários e importantes palcos do Brasil e realizou seis turnês na Europa, mostrando seu trabalho solo em cidades como Paris, Lyon, Marselha, Barcelona e Porto. Em 2011, lançou, também em turnê pela Europa, o CD Café da Tarde, em parceria com a cantora e atriz Paula Mirhan, da Filarmônica de Pasárgada. No mesmo ano, venceu o Festival Botucanto com a canção “O nome, a pessoa”. Em 2017, lançou seu primeiro disco solo, “Móbile de Estrelas”, com produção de Tó Brandileone, do grupo 5 a Seco.

– Blubell – um dos nomes mais relevantes da música contemporânea brasileira vem ao Botucanto mostrar seu talento de intérprete refinada e compositora de canções que mais parecem crônicas saídas da vida cotidiana, misturando amor com humor e pop com jazz. Foi uma das três cantoras indicadas a “melhor cantora pop” do 25º Prêmio da Música Brasileira, ao lado das grandes Gal Costa e Ná Ozzetti.

Serviço:

 Festival Botucanto 2017

Dias 23, 24 e 25 de novembro, a partir das 20h

Espaço Cultural Antonio Gabriel Marão, Avenida Dom Lúcio, 755

Entrada franca