Projeto de Lei que prevê Conselho da Juventude é encaminhado para aprovação da Câmara

Conselho tem como finalidade estudar, analisar, discutir, propor, avaliar e articular políticas públicas de atenção e apoio à juventude

da Prefeitura de Botucatu

Chegou a hora dos jovens de Botucatu terem maior representação na defesa de seus direitos e objetivos. O Poder Executivo Municipal protocolou na Câmara dos Vereadores de Botucatu o Projeto de Lei que institui a criação do Conselho Municipal da Juventude, o COMJUVE. O Conselho tem como finalidade estudar, analisar, discutir, propor, avaliar e articular políticas públicas de atenção e apoio à juventude, que contribuam para a sua inclusão e afirmação nos campos educacional, cultural, político, social e do trabalho, do esporte, lazer e saúde.

Além disso, o COMJUVE poderá sugerir ao Poder Executivo a elaboração de políticas públicas com vistas a assegurar e ampliar o direito da juventude de participar e preparar-se para sua inclusão na sociedade, em todos os campos de atividade, sem discriminação de qualquer natureza.

“A juventude é fundamental para o poder Executivo, nas atribuições de suas ações e objetivos. O COMJUVE nos garantirá uma maior proximidade com os nossos jovens e com certeza ajudará sermos mais eficientes em nossas políticas relacionadas a essa parcela da população”, afirma o Secretário Municipal de Participação Popular, André Rogério Barbosa – Curumim.

O Projeto de Lei deverá ser votado nas próximas semanas pela Câmara. Se aprovado, retorna ao Executivo para sanção do Prefeito Mário Pardini.

No município de Botucatu, a população jovem (de 15 a 29 anos) é, de aproximadamente, 34 mil pessoas. Neste ano, foram realizadas várias reuniões junto as mais diversas representatividades jovens, tanto de escolas, lideranças estudantis e também pessoas que tiveram participação direta através dos Mini Fóruns da Juventude, visando à criação do COMJUVE.