Prefeito de Bofete retoma ao cargo após liminar do Tribunal de Justiça

Dirceo era investigado por suspeitas de irregularidades na compra de produtos para veículos inexistentes na frota 

por Flávio Fogueral

O clima político em Bofete segue indefinido. Tudo pela suspensão da cassação do prefeito Dirceo Antonio Leme de Melo (PTB) por meio de mandado de segurança expedido pelo Tribunal de Justiça (TJ) de São Paulo nesta quarta-feira, 7. O chefe do Executivo bofetense teve o mandato cassado em votação da Câmara local na terça-feira, 6.

Na votação que resultou na cassação, oito vereadores votaram contra o prefeito e um a favor. O processo é resultante de uma comissão instalada em outubro no Legislativo local. Dirceo era investigado por suspeitas de irregularidades na compra de peças para um caminhão que não integrava a frota da prefeitura, além do pagamento por serviços de terraplanagem que não teriam sido efetuados. Foi incluído no processo pagamento por fretes não efetuados.

No lugar do prefeito cassado, assumiria o cargo o presidente da Câmara de Vereadores Luís Antônio Ramos (PSDB), já que o vice, Elias Antunes da Silva, renunciou no ano passado alegando motivos pessoais.

Em seu perfil no Facebook, Dirceo postou um vídeo em que concede entrevista à TV TEM- afiliada da Rede Globo, e reforça que o processo faria parte de perseguição política.. “Bofete sempre teve, tem e continuará tendo prefeito. Fui eleito pela população bofetense. Não pode, um ato ilegal da Câmara Municipal, partindo da presidência da Casa que tem interesse próprio em suplantar a Lei Orgânica do Município e o Regimento Interno. A sessão que houve é ilegal e inconstitucional”, ressaltou.

Segundo o prefeito, a ilegalidade se configura ao afirmar que a Comissão Processante instalada pela Câmara perdeu sua validade de 90 dias. “O que foi discutido ali já foi arquivado e não poderia ser debatido em hipótese alguma. Por isso continuamos na prefeitura indo contra toda a armação política regional. Não é à toa que bateu em São Manuel- se referindo à cassação do prefeito Ricardo Salaro-. Temos que restabelecer a legalidade em Bofete”, declarou.

Hoje recebemos a equipe da TV Tem em nosso gabinete, confira a matéria completa nos telejornais.

Posted by Dirceo Antonio Leme de Melo on Thursday, February 8, 2018

Saiba mais:

Câmara cassa mandato do prefeito de Bofete

Comemoração ao som de “Que Tiro foi Esse”

Segundo reportagem publicada pelo G1 (site das Organizações Globo), Dirceo teria celebrado o mandado de segurança expedido pelo TJ-SP em uma carreata pelas ruas de Bofete. Seus apoiadores comemoraram a decisão ao som de “Que Tiro foi Esse?” da cantora Jojo Todynho. O vídeo, postado nas redes sociais, mostra Dirceo fazendo uma das coreografias da música e deitando ao chão.

https://www.facebook.com/redacaojnbofete/videos/1835570103413303/