Justiça condena Cutrale por irregularidades trabalhistas

Entre as irregularidades apontadas estão trabalho durante período de repouso e em feriados nacionais; falta de local para refeição e descanso

do JCNET

A Sucocítrico Cutrale Ltda. foi condenada pela Vara do Trabalho de Botucatu (100 quilômetros de Bauru) a pagar indenização de R$ 300 mil, a título de dano moral coletivo, pelo descumprimento de normas de saúde e segurança do trabalho nas frentes de colheita de laranja em fazendas de sua propriedade localizadas em vários municípios. Se a condenação for mantida, o montante será revertido ao FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador). Cabe recurso ao Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 15ª Região, em Campinas.