Vereadora pede acostamento na Rodovia Alcides Soares

O investimento destinado ao recapeamento de uma área total de 86.814 m² da Rodovia será de R$ 3.499.070,48

da Câmara de Botucatu

Há pouco mais de um mês a Câmara Municipal de Botucatu aprovou em sessão extraordinária o Projeto de Lei 0011/2018, instituindo a Lei n° 5.973/2018, que autoriza um convênio com o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) objetivando transferir recursos financeiros para recapeamento asfáltico da Rodovia Alcides Soares.

É uma boa notícia, mas, segundo a vereadora Rose Ielo (PDT), ela sozinha não garante a segurança viária necessária ao local. “A proposta anexa ao Projeto de Lei aprovado indica que, além do recapeamento, é preciso construir acostamento na Rodovia. É o que estamos pedindo”, comenta a vereadora.

O ‘pedido’ é que o prefeito Mário Pardini, o secretário municipal de Infraestrutura, André Peres, o superintendente do DER, Ricardo Rodrigues Barbosa Volpi, e o Diretor da Divisão Regional DR-03 (Bauru) do DER, Denis Paulo Nogueira Lima, estudem a possibilidade de ampliar a proposta autorizada pela Lei, construindo o acostamento nos trechos em que for possível.

O investimento destinado ao recapeamento de uma área total de 86.814 m² da Rodovia será de R$ 3.499.070,48 e 25% deste valor será custeado, como contrapartida, com recursos próprios da Prefeitura. Para a vereadora, a necessidade de construir o acostamento pode ser reavaliada no processo de celebração do convênio com dispositivos jurídicos de aditamentos ou outros, “viabilizando também essa benfeitoria que se faz urgente para a efetiva segurança na rodovia”.