Grupo cria abrigos para animais de rua

Participaram da ação 48 voluntários

da Assessoria

O Grupo de Estudos em Biodiversidade (GEBio), fundado por alunos do Instituto de Biociências (IB) da Unesp câmpus Botucatu, com apoio da ONG Liga do Bem, promoveu no último domingo (17), no Parque Municipal, uma grande atividade pelo projeto “Patinhas”: a construção de casinhas de madeiras voltadas a animais sem abrigo, espalhados pela Cidade. Participaram da ação 48 voluntários.

A iniciativa começou ano passado, com a arrecadação de retalhos de madeira, garrafas pet e outros materiais necessários para a construção das casinhas. Desde então, o projeto tem crescido e atraído a participação de novos membros interessados em poder ajudar cães e gatos que são rotineiramente abandonados pelas ruas de Botucatu.

“Ano passado construímos apenas quatro casinhas, mas neste último encontro foram 14 que serão destinadas às ONGs, população carente e pontos da Cidade onde ocorre circulação de cães de rua. Nossa intenção é poder promover atividades como esta de forma mais frequente”, afirma Gabriela Peres de Oliveira (22), atual presidente do grupo, que atualmente possui 13 membros de diferentes anos do curso de Ciências Biológicas do IB.

 

Sobre o GEBio

O grupo de estudos surgiu em agosto de 2015 como uma ideia de Álefe Amorim e outros alunos do então segundo ano do curso de Ciências Biológicas do Instituto de Biociências da Unesp Botucatu.

O principal objetivo da turma é despertar um interesse em biodiversidade, promover um ambiente de debate no qual os alunos possam levar e compartilhar com os colegas, estimulando um espírito crítico através de discussões e palestras aos interessados no tema.

Os encontros do GEBio acontecem todas às terças-feiras, na Central Nova de aulas do IB, às 12h15. Eles são abertos a todos os cursos e à comunidade de Botucatu. Mais detalhes de eventos estão na página do grupo no Facebook [facebook.com/GEBioUnesp]

Empresas e comunidade em geral podem ajudar o projeto da seguinte maneira:

  • Doação em dinheiro, que será utilizado para compra de materiais e ferramentas
  • Doação de materiais: parafusos grandes (5×60), médios (4,5×60), pequenos (4,5×30) e mini (4,5×25); pregos (12×12 e 15×15); tinta para piso preta (18 litros)
  • Doação de latinhas que serão revertidas em fundos para compra ração para esses animais. Elas podem ser entregues na Rua Moraes de Barros, 432 – Centro (segunda a sexta, das 14 às 17 horas)
  • Ajudando na mão de obra e confecção das casinhas nos eventos

Sobre Flavio Fogueral