“Grão Circo da Terra” deve virar espetáculo circense da Cia. Beira Serra após PROAC

Foram dezenas de participantes das Oficinas e centenas de espectadores em cada município

da Assessoria

Após circularem por cinco municípios do pólo Cuesta paulista – Pardinho, Botucatu, Anhembi, São Manuel e Itatinga -, além de uma passagem pela cidade de Piracicaba, onde o palhaço Tubinho cedeu sua lona a apresentação do número que narra a história do ciclo de trabalho com a terra, do cuidado com o solo, plantio e colheita, os atores botucatuenses Fernando Vasques e Guilherme Gasperine pretendem transformar o número “GRÃO Circo da Terra” em espetáculo.

O número circense conta com a presença dos personagens Agostino (Guilherme) e Januário (Fernando), que juntos demonstram através de acrobacias e malabarismos o trato da terra onde irão plantar, esperar, compreender seus cuidados e colher frutos. A circulação do número da Cia. Beira Serra (Botucatu) foi promovido através do Proac Editais, da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo.

Além da apresentação em 6 cidades do interior de São Paulo, os atores também ministraram oficinas de Circo para iniciantes, com base nos exercícios e processos criativos utilizados no GRÃO. Foram dezenas de participantes das Oficinas e centenas de espectadores em cada município.

“Vivenciamos encontros especiais durante essa circulação, com uma devolutiva muito carinhosa do público, que nos encoraja a seguir em frente com o trabalho. Através das oficinas, tivemos ótimas oportunidades de troca com os jovens aspirantes das artes e com grupos organizados, o que nos motivou a fortalecer a rede dos fazedores de circo e teatro da região”, define Fernando Vasques.

Confira o teaser do espetáculo