Na 15ª rodada, São Paulo e Corinthians se reencontram após semifinal estadual

Com atletas suspensos e lesionados, o técnico Diego Aguirre tenta manter a consistência

da FPF

São Paulo e Corinthians se enfrentam na noite deste sábado (21) pela 14ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. Depois da semifinal do Paulistão Itaipava, os rivais históricos voltam a se encontrar no Estádio do Morumbi, para continuar na busca dos primeiros postos e aumentando a importância do encontro.

Em viagem ao Rio de Janeiro, o São Paulo conquistou importante resultado contra o Flamengo, no Maracanã, vencendo o adversário pelo placar mínimo. Além de aumentar para quatro o número de partidas sem perder, o time do Morumbi diminuiu para um ponto a diferença para o líder da Série A.

Com atletas suspensos e lesionados, o técnico Diego Aguirre tenta manter a consistência mesmo com a ausência de Everton no meio de campo. Sidão é outro desfalque no gol pelo terceiro cartão amarelo enquanto Jucilei saiu lesionado da partida de quarta e não enfrenta o ex-clube.

 

Empurrado pela entrada do goleiro Jean e o retorno do suspenso Lucas Fernandes, o São Paulo vem para campo com Jean; Éder Militão, Arboleda, Anderson Martins e Reinaldo; Hudson, Liziero, Joao Rojas e Lucas Fernandes; Nenê e Diego Souza.

O Corinthians voltou a se encontrar com os triunfos após a Copa do Mundo. Jogando contra o Botafogo, dentro da Arena Corinthians, venceu por 2 a 0 e encerrou a sequência negativa de quatro partidas que estava atravessando e deu tranquilidade para este início de trabalho do técnico Osmar Loss.

A vitória fez o time do Parque São Jorge ganhar posições, chegando ao oitavo lugar ao término da 13ª rodada. Com 19 pontos, está apenas dois atrás do Cruzeiro, que ostenta a sexta posição, dentro da zona de classificação à Taça Libertadores da América do ano que vem.

Com Mantuan e Ralf lesionados, o treinador corintiano ganhou um outro desfalque de útima hora: Roger. Com isso, Jonathan deve ser a única alteração em relação ao meio da semana com Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Henrique e Danilo Avelar; Gabriel, Renê Junior, Rodriguinho e Mateus Vital; Romero e Jonathan.