Hospital de São Manuel entrega centro cirúrgico remodelado e cirurgias voltam a ser realizadas.

Com as modificações, o novo centro cirúrgico passa a atender as especificações da Vigilância Sanitária

da Prefeitura de São Manuel

Na manhã de quinta-feira,19, a diretoria executiva do hospital de São Manuel reuniu convidados para a solenidade de entrega das novas instalações do centro cirúrgico, que passou por reforma e remodelação, atendendo as exigências da vigilância sanitária, para que as cirurgias voltassem a ser feitas no local.

Estiveram presentes autoridades do Município, como o prefeito Ricardo Salaro, vereadores Anísio Pete, Jacó dos Santos e Silvio Franco, vice-prefeito de Areiópolis, Antonio Carlos Príncipe, diretores municipais, Jô Fuim (Gabinete), Tony Forti (Comunicação), Adilson Vasconcelos (Obras) e Carlos Scremin (Saúde), Dr. Paulo de Tomasi, Dr. Fernanda Barros, integrantes do corpo clínico, da equipe de enfermagem, dentre outras.

A solenidade contou com uma explanação do diretor-clínico e administrativo, Dr. Kandir Dinhane, com apresentação de fotos do antes e depois da remodelação do centro cirúrgico. Durante sua fala, o diretor clínico agradeceu aos membros da diretoria do hospital, com deferência especial, ao secretário Delson Scarparo, que foi o responsável pela coleta do numerário financeiro, junto a colaboradores diversos, para que as modificações fossem realizadas.

Além de agradecer aos diretores do hospital e aos colaboradores diversos, Kandir fez questão de agradecer ao prefeito Ricardo Salaro, que desde que assumiu a prefeitura, aumentou os investimentos do setor público no hospital.  “Tenho que agradecer ao prefeito que não tem medido esforços para que o hospital possa atender melhor a nossa população. Muitos outros prometeram investir no hospital, mas de concreto, quem realmente está atendendo as nossas necessidades, é o prefeito Ricardo Salaro. Parece conta de doido, mas o repasse do SUS cobre apenas 50% de nossa despesas, a diferença tem que vir das colaborações, mas principalmente do poder público”, falou Kandir.

O prefeito de São Manuel também destacou a importância em investir mais recursos no hospital, para que a população possa ser mais bem assistida. “De R$ 240 mil, passamos para R$ 360 mil mensais, num aumento de 50% do repasse. Dividimos o atendimento do pronto socorro, separando adultos de crianças, com a contratação de mais um médico. Estamos investindo e defendendo, por onde ando o nosso hospital e estamos trabalhando junto com a diretoria executiva e clínica, para que possamos transformar o nosso hospital, em hospital-escola, aumentando inclusive a receita em 25% do SUS, aonde alunos de medicina, poderão aqui aprofundar seus estudos e prestarem serviços a nossa população. Com a instalação de novas faculdades de medicina na região, isto se tornou possível”.

O prefeito destacou ainda os novos investimentos que serão realizados. “Teremos a reforma e ampliação do pronto socorro, que muda de local no próximo dia 2 de agosto e iremos precisar neste período, da compreensão e colaboração da população. O novo local adaptado, segundo me disse o Kandir, ficou melhor do que estava”, falou o prefeito.

Também falaram durante a solenidade, o presidente Walter Boccardo e o secretário Delson Scarparo. Ambos agradeceram as doações recebidas de colaboradores e o poder público.

REFORMA

A reforma do centro cirúrgico envolveu a troca de 350 metros de todo o piso, de substituição de tomadas elétricas e das lâmpadas por Led, pintura externa e interna (com epóxi) e ainda substituição de móveis. Com as modificações, o novo centro cirúrgico passa a atender as especificações da Vigilância Sanitária e poderá voltar a atender a população.

Segundo o diretor clínico do hospital Dr. Kandir Dinhani, as pequenas cirurgias já voltaram a ser realizadas no hospital, facilitando o atendimento a nossa população. “Já começamos a realização de pequenas cirurgias, como a de varizes, catarata, ortopédicas e de garganta. O próximo passo agora é a compra de novos equipamentos, que irá permitir que possamos aumentar a realização dessas cirurgias”, explicou Kandir Dinhane.