Trabalho desenvolvido na Unesp de Botucatu é premiado em congresso no Japão

Única representante do Brasil no evento, a professora Elizabeth recebeu o prêmio Tsukumi Washizu Memorial Award

da Assessoria

A professora Elizabeth Moreira dos Santos Schmidt, do Departamento de Clínica Veterinária da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Unesp, câmpus de Botucatu, participou do 18º Congresso da Sociedade Internacional de Patologia Clínica Animal, realizado na Nippon Veterinary and Life Science University (NVLU),  em Tóquio, no Japão, de 4 a 8 de agosto.

Única representante do Brasil no evento, a professora Elizabeth recebeu o prêmio Tsukumi Washizu Memorial Award de melhor apresentação feita por jovem apresentador por um trabalho sobre algumas inflamações causadas por parasitas em bovinos da região de Botucatu, com o objetivo de melhorar a saúde animal e, consequentemente, a saúde humana.

O mesmo trabalho já havia sido premiado pela organização do Congresso com um Travel Award, premiação que custeou a viagem e a estadia da professora na capital japonesa para a participação no evento. Durante o evento, a professora Elizabeth também apresentou um trabalho sobre parâmetros laboratoriais de animais selvagens. Ambas as apresentações foram orais.

Tsukimi Washizu

A entrega do prêmio Tsukumi Washizu Memorial Award foi um momento especial do evento. No encerramento do evento, a Sociedade Internacional de Patologia Clínica Animal e a Sociedade Japonesa de Patologia Clínica Veterinária fizeram a entrega do prêmio que homenageia uma pesquisadora japonesa, que participou da organização do Congresso, mas faleceu no início de 2018.

 Professora de Patologia Clínica Veterinária na (NVLU), Tsukumi Washizu também presidiu a Sociedade Japonesa de Patologia Clínica Veterinária e integrou outras sociedades de medicina veterinária, com relevantes contribuições para o desenvolvimento de patologia veterinária no Japão. Presente à cerimônia, seu viúvo disse que antes de falecer, a professora pediu a seus familiares que fosse criado o prêmio que leva seu nome, com a finalidade de reconhecer a qualidade de um trabalho de pesquisa desenvolvido por um jovem pesquisador. “Eu já estava emocionada enquanto estava na plateia, ouvindo a história da trajetória da professora Tsukumi. Para a minha surpresa meu nome foi anunciado como o premiado. Foi um dos momentos mais emocionantes da minha vida profissional. Também considero um grande reconhecimento para o trabalho que desenvolvemos na FMVZ/Unesp, única universidade brasileira representada no evento e com um trabalho premiado”.