Jornalista Gil Gomes morre aos 78 anos em São Paulo

Ele sofria há mais de dez anos de Mal de Parkinson

da Agência Brasil

O jornalista e radialista Cândido Gil Gomes Júnior, conhecido como Gil Gomes, morreu na madrugada de hoje (16) em São Paulo, aos 78 anos. Ele sofria há mais de dez anos de Mal de Parkinson.

Gil Gomes deixa quatro filhos e nove netos. Ele será enterrado hoje à tarde, no Cemitério Memorial Vertical de Guarulhos, na região metropolitana de São Paulo.

Famoso na crônica policial, Gil Gomes começou sua carreira aos 18 anos como locutor esportivo. Nos anos 90, fez parte da equipe do jornal popular “Aqui Agora”, no SBT, reforçando sua imagem de repórter policial com a entonação marcante de suspense em suas reportagens.

Ficou afastado da TV após ter a doença diagnosticada em 2005, tendo como última participação em um programa de TV feito por uma rede de farmácias em 2016.