OPINIÃO | A concretização de um sonho

A Associação Comercial e Empresarial de Botucatu manterá seu papel em prol do desenvolvimento econômico e social

por Emílio Angella Neto*

Chegamos ao final de mais um ciclo de muito trabalho, união e mudanças. Diferentemente de anos anteriores, há um clima de esperança e que se transpõe para cada um de nós. Realmente, 2018 foi especial para todos. Para nós, da Associação Comercial e Empresarial de Botucatu, não foi diferente. Estamos colhendo os frutos do esforço diário em prol do empresariado, modernizando nossos serviços ofertados. Passamos por um intenso processo de aprimoramento dos serviços prestados em benefício dos associados. Desde a modernização do sistema de consultas a serviços exclusivos, a fim de garantir sempre o máximo de qualidade para quem ajuda a construir a História desta expressiva entidade.

Emílio Angella Neto é presidente da Associação Comercial e Empresarial de Botucatu

Em Botucatu esse sentimento de mudanças e entusiasmo perdurou nos últimos meses. Tivemos um ano de novidades, que afetaram diretamente nosso desenvolvimento. Mesmo em momentos difíceis, que foram necessários para o reajuste de nossa macroeconomia, mantemos os anseios de novos investimentos. Não podemos atravancar o desenvolvimento local, garantindo o fomento de novas oportunidades de emprego.

As perspectivas é que continuemos no caminho certo, colaborando com boas políticas públicas que tragam emprego e desenvolvimento. Serão muitos os desafios nesta nova história que estamos dispostos a construir. As energias recarregadas e a esperança nos darão o combustível necessário para encarar os desafios deste novo ciclo a ser vivido. E são muitos ainda que, a cada dia, exigirá a expertise e perseverança de todos.
Não poderia deixar de compartilhar e celebrar a alegria de uma importante conquista para nossa economia: no final de outubro, os vereadores aprovaram o convênio com a Prefeitura Municipal, que permitirá a instalação da Junta Comercial do Estado, a Jucesp, em Botucatu. Lembrando que a entidade é um braço da Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo. Será de extrema importância para Botucatu. Com ela, contadores e empresários não precisarão mais se deslocar a outros municípios para os trâmites burocráticos na abertura de novos empreendimentos comerciais.

Mais praticidade e economia, além de um estímulo essencial para a Associação Comercial e Empresarial foi uma das maiores entusiastas da ideia que começou a se formatar anos atrás. Temos que reconhecer os esforços de todos os que atuaram diretamente para a viabilização. Foi pela articulação de todas as forças políticas de nossa Cidade, em especial do deputado estadual Fernando Cury, o empenho do ex-prefeito João Cury e do prefeito Mário Pardini, além do secretário municipal de Desenvolvimento, Daniel da Cruz Lopes, que este antigo anseio do empresariado está se tornando realidade. Os vereadores, unânimes, entenderam que a Jucesp representa um novo momento de crescimento e desenvolvimento econômico de Botucatu. A cada pessoa que trabalhou arduamente neste processo, nossos cumprimentos sinceros. Agora, é iniciar o próximo ano nos estruturando fisicamente para começar a oferecer este serviço. Como diz o prefeito Pardini: “vamos trabalhar!”

Portanto, a Associação Comercial e Empresarial de Botucatu manterá seu papel em prol do desenvolvimento econômico e social. Mais do que serviços, buscamos parcerias para o sucesso de cada empresário. Os novos tempos serão de mudanças e recomeços. E juntos seremos sempre mais fortes. Como presidente da Associação Comercial e Empresarial, desejo que 2019 seja de muita união, afeto, solidariedade, entusiasmo e boas notícias!

Emílio Angella Neto é presidente da Associação Comercial e Empresarial de Botucatu (ACEB)