Aeroportos de Avaré, Bauru e São Manuel serão privatizados pelo governo Dória

Editais estão sendo formulados pela Artesp e Daesp e devem ser concluídos ainda este ano

do G1

O governador de São Paulo (SP) João Doria (PSDB) anunciou a privatização de 20 aeroportos do interior do Estado, incluindo das regiões de São José do Rio Preto, Bauru e Sorocaba.

Na região noroeste paulista, passarão à iniciativa privada os aeroportos de Rio Preto, Araçatuba, Penápolis, Votuporanga e Andradina (SP). Outros cinco aeroportos já são privatizados.

O terminal de embarque de São José do Rio Preto é o maior deles e foi inaugurado em 1959. As instalações passaram por obras e uma ampliação foi entregue em 2017. No ano passado, de janeiro a novembro mais de 700 mil passageiros embarcaram, segundo Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo (DAESP).

Outro aeroporto que também está na concessão é o de Araçatuba. No ano de 2018, foi registrado um aumento de 5% no fluxo dos passageiros.

Já o de Andradina foi inaugurado em 1990 e nunca recebeu voos comerciais, apenas particulares. Um último levantamento feito pelo DAESP mostra que passaram pelo aeroporto estadual de Andradina cerca de 1,2 passageiros.

O aeroporto de Votuporanga também é um dos que o governo do estado pretende conceder à iniciativa privada. Em 2018, mais de 2 mil pousos e decolagens foram feitos. A maioria de voos executivos.

Cidades que terão aeroportos privatizados

  • Andradina
  • Araçatuba
  • Araraquara
  • Assis
  • Avaré/Arandu
  • Bauru/Arealva
  • Dracena
  • Franca
  • Marília
  • Penápolis
  • Presidente Epitácio
  • Presidente Prudente
  • Registro
  • Ribeirão Preto
  • São Carlos
  • São José do Rio Preto
  • São Manuel
  • Sorocaba
  • Tupã
  • Votuporanga