Palmeiras recebe o San Lorenzo para confirmar liderança do Grupo F

Os argentinos foram os únicos que derrotaram o Palmeiras na primeira fase da competição continental

da FPF

Dono da terceira melhor campanha geral, o Palmeiras encerra a sua participação na primeira fase da Copa Libertadores da América diante do San Lorenzo-ARG nesta quarta-feira (8), às 21h30, no Allianz Parque. O zagueiro paraguaio Gustavo Gómez destacou a importância de encerrar na liderança do Grupo F.

“É um jogo muito importante para nós porque está em jogo a primeira posição do grupo. Na Argentina, o jogo foi muito equilibrado. Nós tomamos um gol que nos ajudou a crescer nesses 15 dias de treinos. Melhoramos a cobertura e a troca de marcação, hoje o Palmeiras está muito bem nesse sentido. Enfrentaremos um time forte, que tem um treinador muito bom e que gosta de jogar bem o futebol”, projetou Gómez.

Referência de uma das melhores defesas do Brasil em termos de desempenho, o defensor falou sobre o atual momento com a camisa alviverde. “Isso é fruto do trabalho da defesa, do meio e do ataque. O principal é estar sempre ligado em cada jogo e entrar com a mentalidade de não tomar o gol. Agora estamos muito contentes com o rendimento. Tivemos 15 dias para melhorar e melhoramos em todos os sentidos”, disse.

Rival argentino
Os argentinos foram os únicos que derrotaram o Palmeiras na primeira fase da competição continental. Na oportunidade, o San Lorenzo venceu por 1 a 0 e chega ao Brasil com a esperança em terminar na liderança do Grupo F, já que a diferença para o time paulista é de apenas dois pontos.

Ficha técnica:
Palmeiras x San Lorenzo
Horário: 
21h30;
Local: Allianz Parque, em São Paulo;

Árbitro: Gery Vargas (BOL);
Assistente 1: Jose Antelo (BOL);
Assistente 2: Edwar Saavedra (BOL);
Quarto árbitro:  Yrusta (BOL);

Palmeiras: Wevérton; Mayke, Luan, Antônio Carlos e Victor Luís; Felipe Melo, Bruno Henrique, Gustavo Scarpa, Zé Rafael e Dudu; Deyverson. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

San Lorenzo: Monetti; Herrera, Coloccini, Senesi e Damián Pérez; Loaiza, Román Martínez, Castellani e Barrios; Blandi e Reniero. Técnico: Jorge Almirón.