Prefeito de Itatinga anuncia que vetou projeto de aumento salarial

O prefeito justificou a decisão com base nas “atuais condições que o país atravessa”

do G1

O prefeito de Itatinga (SP), João Bosco Borges (DEM), anunciou nesta quinta-feira (9) em sua página no Facebook que vetou o projeto de lei aprovado pelos vereadores que aumentava os salários dos políticos da cidade a partir de 2021.

No vídeo postado, o prefeito justificou a decisão com base nas “atuais condições que o país atravessa” e também para não “comprometer o plano de recuperação financeira do município”.

O prefeito alegou também no vídeo que assumiu a prefeitura com muitas dívidas e que, por isso, o aumento teria de ser debatido pelas áreas de contabilidade e jurídica da administração. Bosco foi eleito em eleições suplementares e tomou posse no início de agosto de 2017.

A aprovação do projeto de lei aconteceu no dia 29 de abril, em sessão na qual nove dos 11 vereadores votaram favoravelmente ao projeto que elevava os salários do prefeito, do vice e dos vereadores a partir de 2021. A decisão causou polêmica e protestos entre os moradores da cidade.

De acordo com o projeto de lei, o salário de R$ 2,3 mil para os vereadores passaria para R$ 4 mil. Já os salários pagos ao vice-prefeito e prefeito seriam reajustados para R$ 7,6 mil e R$ 15,2 mil, respectivamente. O aumento médio proposto era de cerca de 50%.