Após imbróglio com a Justiça, show do Roupa Nova é adiado para 9 de junho

Falta de documentação como alvará motivou a decisão da Justiça em interditar o Ginásio Municipal

da Redação

A Justiça de Botucatu manteve a interdição do Ginásio Municipal “Mário Covas Júnior’, onde seria realizado o show com o grupo Roupa Nova neste sábado, 11. A decisão reafirma a tomada no dia anterior, que proibia qualquer evento no espaço pela inexistência de documentos como alvarás do Corpo de Bombeiros, Prefeitura e da própria Polícia Militar.

Com isso, a organização (Rádio Municipalista e o empresário Vanderlei dos Santos) tentaram liminar no Plantão Judicial na manhã deste sábado, mas sem perspectiva de apreciação da mesma, decidiu por adiar a apresentação do grupo, sendo o dia 9 de junho a nova data escolhida. Apresentação será também no Ginásio Municipal e os atuais ingressos poderão ser usados na oportunidade, ou ter o valor pago ressarcido.

Em nota, o comunicador salienta que entrou com o recurso judicial, “em uma instância superior, mas não sabemos quando isso poderia ser julgado neste sábado. Então, em respeito ao público que esperava pelo show decidimos adiar, poupando o público dessa indefinição na justiça”.

Já a Prefeitura de Botucatu salientou que o Ginásio “oferece total segurança para receber qualquer evento que esteja dentro de sua capacidade máxima de ocupação (aproximadamente 7 mil pessoas).” O Poder Público municipal salienta possuir Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros, documento emitido recentemente, com validade até maio de 2021.

Leia mais:

Justiça pede suspensão de show do Roupa Nova; Ginásio Municipal está lacrado