Mostra com entrada gratuita resgata Revolução de 32

Exposição pode ser visitada até 30 de agosto

da Prefeitura de Avaré

Por ocasião do feriado estadual de 9 de julho, o Museu Municipal “Anita Ferreira De Maria” abriu no início do mês a mostra “Revolução Constitucionalista de 1932”, a mais completa já montada em cidades do interior.

Fardas, capacetes, bandeiras, medalhas, cartas, fotografias raras, revistas, jornais, cartazes, livros, peças bélicas e uma infinidade de lembranças integram o acervo distribuído em mostruários sobre o conflito que movimentou tropas de São Paulo contrárias à ditadura de Getúlio Vargas. Os combates ocorreram entre julho e outubro de 1932.

A entrada é franca. “O assunto é interessante, já que Avaré teve vários combatentes e viu de perto o Movimento Constitucionalista. Nossa intenção é que o público conheça mais sobre a passagem, principalmente os estudantes”, destacou o professor Gesiel Theodoro Neto, diretor do Museu Municipal.

As valiosas peças, algumas inéditas, foram cedidas pelo professor Marcus Carmo, especialista na área. “É um prazer apoiar a Secretaria Municipal da Cultura e trazer ao Museu de Avaré o maior acervo sobre a Revolução de 1932 do interior paulista”, atestou Carmo, presidente do Núcleo “João Ribeiro de Barros”, da Sociedade Veteranos de 32-MMDC, de Jaú.

O estudioso foi condecorado em 2011 com a Medalha Constitucionalista e, em 2016, com a Medalha Valor Constitucionalista.

MMDC

A mostra traz informações sobre os jovens Mário Martins de Almeida, Euclides Bueno Miragaia, Dráusio Marcondes de Sousa e Antônio Américo Camargo de Andrade, cujas iniciais – MMDC – formaram o nome escolhido pelo movimento.

Os revolucionários paulistas exigiam uma nova Constituição e enfrentaram as tropas federais de Vargas. Apesar da derrota, o grupo fortaleceu o movimento constitucionalista e o país ganhou uma nova Constituição em 1934.

Serviço

A exposição pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 8h ao meio-dia e das 13h às 17h, até 30 de agosto.

O Museu Municipal “Anita Ferreira De Maria” fica na Rua Minas Gerais, nº 279, no bosque do Centro Avareense de Integração Cultural (CAIC).