Juiz de Botucatu ficará mais seis meses no gabinete de Ricardo Lewandowski, no STF

Ronchetti já trabalha com Lewandowski há algum tempo

do ConJur

A pedido do presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli, o Tribunal de Justiça de São Paulo estendeu, por mais seis meses, a convocação do juiz Bruno Ronchetti de Castro como instrutor no gabinete do ministro Ricardo Lewandowski. Agora, o magistrado fica à disposição de Lewandowski até dezembro de 2019.

Bruno Ronchetti de Castro está lotado no Juizado Especial de Botucatu, no interior de São Paulo. A extensão do prazo foi publicada nesta quarta-feira (10/7) no Diário da Justiça Eletrônico.

Ronchetti já trabalha com Lewandowski há algum tempo. Quando o ministro presidiu o Conselho Nacional de Justiça, Ronchetti integrou a equipe da presidência. Ficou no CNJ até 2017. Ronchetti é juiz desde 2006.