Palmeiras inicia disputa das oitavas diante do Godoy Cruz, na Argentina

O Palmeiras encerrou a primeira fase da Libertadores como a melhor campanha geral

da FPF

Dono da melhor campanha na primeira fase da Taça Libertadores da América, o Palmeiras viaja até Mendoza, na Argentina, para enfrentar o Godoy Cruz-ARG pela primeira partida das oitavas de final da competição sul-americana na noite desta terça-feira (23), às 21h30.

Com 15 pontos em seis confrontos, o Palmeiras encerrou a primeira fase da Libertadores como a melhor campanha geral, na liderança do Grupo F. Fora de casa, o time de Felipão somou duas vitórias e apenas um revés, para o San Lorenzo, em solo argentino, país do confronto diante do Godoy Cruz.

Na liderança do Brasileirão, o Palmeiras quer voltar a vencer após empate duas derrotas consecutivas, para Internacional, pela Copa do Brasil, e para o Ceará, a primeira após dez rodadas do nacional.

O jogador Lucas Lima, da SE Palmeiras, durante treinamento, no Estádio Bautista Gargantini, em Mendoza.

Para o confronto diante dos argentinos, Felipão deve manter a base titular e escalar o Palmeiras com Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique e Lucas Lima; Zé Rafael, Dudu e Deyverson.

Rival argentino
O Godoy Cruz terminou a primeira fase com nove pontos, na segunda colocação do Grupo C, atrás do Olímpia-PAR. “O Palmeiras é uma equipe completa e de importância. Temos que jogar com muita intensidade e cortar os circuitos de jogo. Vai ser um jogo fechado e equilibrado. Cada equipe terá de aproveitar seus momentos e oportunidades”, disse o técnico Lucas Bernardi.

O clube argentino perdeu alguns atletas titulares em relação ao primeiro semestre. Sendo assim, os onze iniciais devem ser formados por Ramírez, Breitenbruch, Varela, Cardona, Aleo, Gutiérrez, Andrada, Bullaude, Brunetta, Merentiel e García.

Ficha técnica:
Godoy Cruz x Palmeiras;
Horário:
 21h30;
Local: estádio Malvinas Argentinas, em Mendoza, na Argentina;

Godoy Cruz: Ramírez, Breitenbruch, Varela, Cardona, Aleo, Gutiérrez, Andrada, Bullaude, Brunetta, Merentiel e García. Técnico: Lucas Bernardi.

Palmeiras: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique e Lucas Lima; Zé Rafael, Dudu e Deyverson. Técnico: Luiz Felipe Scolari.