Professor Fernão Leite recebe título de Cidadão Botucatuense

A homenagem da última sexta-feira reconheceu a atuação do profissional em Botucatu

da Câmara de Botucatu

A Câmara Municipal de Botucatu realizou na noite da última sexta-feira, 04, uma sessão solene bastante emocionante para a entrega do Título de Cidadão Botucatuense ao professor Fernão Hélio de Campos Leite, famoso e muito querido professor de educação física de milhares de crianças e adolescentes da cidade. O prédio esteve completamente lotado com a presença de companheiros de trabalho, amigos e familiares. A autora da horaria foi a vereadora Jamila [PSDB].

A mesa que comentou os trabalhos foi composta pelo próprio homenageado, além do presidente da Câmara Municipal, vereador Carreira, o ex-prefeito de Botucatu, Mário Ielo, o Subtenente Antônio Anselmo Ferreira Ferrai, Chefe de Instrução do Tiro de Guerra 02-048, o secretário municipal de Participação Popular, André Rogério Barbosa, que representou o Poder Executivo na ocasião e o Delegado Seccional de Botucatu, Dr. Lourenço Talamonte Netto.

Para a vereadora autora da homenagem, uma alegria muito grande. “Prof. Fernão dedicou sua vida trabalhando pela educação e o esporte no serviço público. Aposentado, continuou colaborando com suas opiniões para o desenvolvimento da cidade. Uma homenagem a este cidadão cuja trajetória profissional e pessoal sempre foram pautadas com ética e honestidade é um reconhecimento a tudo o que fez por Botucatu. Um verdadeiro exemplo de retidão e caráter”, explicou Jamila.

A homenagem da última sexta-feira reconheceu a atuação do profissional em Botucatu. Fernão é natural de São Manuel, morou em Avaré antes de chegar em Botucatu em 1956, quando veio trabalhar no antigo Instituto de Educação Cardoso de Almeira “IECA”. Atuou também na Escola Industrial. Treinou as equipes de vôlei e de basquete da cidade nos Jogos Regionais e Jogos Abertos, tendo obtido resultados expressivos. Deu aulas até 1970, quando aposentou e assumiu a Diretoria do IECA. Neste período, conseguiu realizar uma reforma total do prédio, através de campanhas, contando com o apoio da APM. Comprou um gabinete dentário, o mais moderno de Botucatu, o primeiro com cadeira eletrônica. Foram colocados ventiladores em todas as salas, reforma total dos móveis e recebimento de novos jogos de carteiras do Governo do Estado, devido aos insistentes pedidos. Os alunos carentes recebiam uniformes completos, sapatos, agasalhos, óculos para os que necessitassem e naturalmente, material escolar e livros didáticos, tudo isso através da parceria da escola com a APM.

Ainda falando da história do homenageado, atuou como técnico das equipes do BTC, AAB, AAF e como Prof. De Educação Física na UNESP. Participou ativamente do movimento de Cursilhos da Igreja Católica. Foi secretário de Esportes do governo Jamil Cury e durante sua gestão, lutou pela construção do atual ginásio municipal de esportes, o qual foi viabilizado e iniciado neste período, além disso, também criou escolinhas de basquetebol, voleibol, futebol de salão e campo, judô, xadrez, damas e tênis de mesa. Criou em 1983, os Jogos Estudantis, com o envolvimento de todas as escolas e clubes da cidade.

Trabalhou ainda como Chefe de Gabinete no segundo mandato de Jamil Cury, além de ocupar novamente a Secretaria de Esportes e Turismo por dois anos no governo Pedro Losi Neto. Foi o criador dos Jogos Estudantis de Botucatu. Os jogos tinham como princípios o respeito mútuo, o desenvolvimento dos diversos esportes, em âmbito escolar, e também atendia aqueles alunos que se dedicavam ao estudo e só praticavam o esporte durante as aulas de educação física, através de uma atividade chamada prova intelectual, onde os demais professores das escolas participantes elaboravam diversas perguntas e essas eram sorteadas para a realização da prova.