Solutudo começa a lançar seus serviços em cidades da região

Lençóis, Jaú e São Manuel são primeiras cidades a receber a empresa, que hoje tem mais de 30mil negócios cadastradas

por Sérgio Viana

Na noite de quinta-feira (25), a Solutudo iniciou oficialmente a prestação de seus serviços em outras cidades da região. Em Lençóis Paulista, num evento que reuniu cerca de 200 empresários “clientes” da empresa botucatuense, foi entregue a primeira edição da revista que serve como guia para encontrar o contato dos mais diferentes negócios.

Atualmente com cerca de 1200 clientes, a Solutudo ainda deve lançar sua revista em Jaú, na próxima semana. “A região foi puxando a gente. 30% do nosso atendimento é fruto de cidades da região. Percebemos que podíamos ajudar mais gente, não precisava se manter apenas em Botucatu”, explica Rafael Somera, proprietário da empresa.

Segundo o empresário, a Solutudo tem o objetivo de facilitar a vida de algumas pessoas, dos consumidores e não só do cliente que contrata seu serviço. “São 8 anos de trabalho, e sempre trabalhando sobre a ideia das pessoas encontrarem as coisas mais rápido e ganharem tempo”, ressalta Somera.

A expectativa da equipe é de que mais cidades sejam atingidas pela botucatuense Solutudo, ainda neste ano. Ao todo, já são 30 mil cadastros de empresas de toda a região disponíveis no site e aplicativo.

Novos clientes

A maioria dos empresários que estiveram presentes ao evento, em Lençóis Paulista, é formada de pequenos ou micro negócios. Para Vladimir Vassoler, dono de uma marcenaria, a proposta de se ter o nome da sua empresa em um site, aplicativo e Facebook é o que mais chamou a atenção.

“Como meu negócio é pequeno, não tenho condições de manter meu próprio site, estar presente na internet. Isso ainda é muito caro”, explica Vassoler, que já teve informações de retorno devido à parceria com a Solutudo, mas acha cedo para dizer se tudo dará certo. “É algo novo, nunca haviam oferecido um serviço do tipo”, conclui.

Já o proprietário de uma franquia de cafeterias, Adilson Reghini, diz ter se interessado pelo grande número de meios em que as informações úteis estariam disponíveis. “O que me chamou a atenção foi a possibilidade de se ter na mão informações, tanto através da revista, como do site, do celular ou do telefone fixo”, completa.

Deixe uma resposta

Sobre Sérgio Viana