Síria – Ensaio Fotográfico e crônica sobre a iminência do conflito

por Alessio di Pascucci

Ensaio fotográfico disponível no Facebook

Os EUA pretendem mais uma vez invadir um outro país alegando o incorreto uso de “armas químicas”. Mais uma vez a arrogância e prepotência americana se impõe ao mundo com sua postura autoritária e bélica em nome de uma suposta “ordem mundial”.

Observaremos a tudo como expectadores de um espetáculo do qual não participamos como atores nas cenas da história da nossa civilização? Seremos obrigados a nos curvar em nossa impotência e apatia alienada e covarde mais uma vez? Se o que os EUA alega, para poder invadir a Síria, é a utilização de “armas químicas” para a destruição de seres humanos, poderíamos pensar numa grande ação mundial de invasão aos EUA, usando a sua própria alegação,visto que esse país americano é o que mais bombardeia o mundo com suas “armas químicas” que matam não só corpos humanos, mas também as almas humanas em suas capacidades de sonhar mundos novos.

Suas “armas químicas” não são feitas somente em laboratórios. Elas são feitas nas suas fábricas avançadas de tecnologia, nas suas industrias de cultura e entretenimento, na sua bolsa de valores que determina a economia do mundo, nas suas industrias de alimentação, em suas políticas mundiais arrogadas como verdades universais e exportadas para o resto do mundo…

Estamos tão contaminados como espécie humana pelas “armas químicas” desse país americano, que já nem sabemos mais qual é a química correta que os nossos cérebros devem produzir para agir com coragem na construção de um mundo que não esteja sobre o julgo de uma “ideia de mundo” individualista, egoísta e mercadológico criada por esse pais que se prepara para invadir a Síria neste exato momento da história do homem no planeta Terra.

Leave a Reply