Record fecha redação em Botucatu

A TV havia nos últimos anos investido em escritórios e redações em cidades do interior

da Agência 14 News

A Rede Record de Televisão decidiu fechar nesta quarta-feira (06) sua praça de Botucatu, sede ligada à Record Paulista, localizada em Bauru e em São Paulo. A empresa informou aos funcionários que a decisão se deve ao ajuste financeiro que foi necessário ser aplicado em toda a regional da TV.

A TV havia nos últimos anos investido em escritórios e redações em cidades do interior com o objetivo de estar mais próxima dos acontecimentos, mas no início desse ano houve o fechamento de uma de suas sedes de Botucatu.

A Record-Botucatu abrigava a maior equipe de jornalismo de tevê na região com duas equipes de gravações, produtor de pautas, comercial e editor de reportagens, produzindo um conteúdo de quatro reportagens por dia sobre denúncias, reclamações, comunidade, polícia, esporte, agricultura e demais temas.

Algumas matérias lançaram a cidade em âmbito nacional e internacional mostrando problemas e fatos positivos da cidade e da região.

Além de Botucatu, a Record Local era responsável pela cobertura das cidades como: Avaré, Águas de Santa Bárbara, Arandu, Areiópolis, Anhembi, Avaré, São Manuel, Barra Bonita, Bofete, Brotas, Cerqueira César, Conchas, Fartura, Iaras, Igaraçu do Tietê, Itaí, Itatinga, Laranjal Paulista, Pardinho, Pereiras, Piraju, Porangaba, Pratânia, Santa Maria da Serra, São Manuel, Sarutaiá, Torre de Pedra e Torrinha.

Depois de fechar Botucatu a regional de Bauru mantém redações em Sorocaba, Marília e Bauru.

A última reportagem gravada pela Record de Botucatu foi o assunto principal do seu jornal número 1, o Balanço Geral Interior, mostrando o confronto entre alguns moradores e a Polícia Militar, no Bairro Santa Maria 1, em Botucatu.