Roda de Conversa debate sobre democracia e processo de impeachment de Dilma

Ao menos 50 pessoas, das mais diversas categorias profissionais, participaram do evento

Texto e fotos: Flávio Fogueral

No final da tarde deste sábado, 2 de abril, no marco zero de Botucatu, na Praça Emílio Peduti (Bosque), um grupo da Frente Brasil Popular, contrário ao impeachment da presidenta Dilma Rousseff (PT), reuniu-se para debater o atual cenário político nacional e manifestar apoio ao mandato da chefe de Estado. Este é o segundo encontro da Roda de Conversa pela Democracia, como ficou conhecido o evento.

Ao menos 50 pessoas, das mais diversas categorias profissionais, participaram do evento. Os debates centraram na questão do processo de impeachment presidencial, que está em trâmite na Câmara dos Deputados. (Clique aqui para saber mais sobre o processo). A ação faz parte da mobilização que entidades representativas, partidos de esquerda e movimentos sociais têm realizado em todo o Brasil.

Confira as imagens do evento

Roda de Conversa pela Democracia

A Roda de Conversa discutiu, ainda, quais rumos o país possa tomar quanto a uma eventual aprovação do impeachment. Frisou o papel dos movimentos sociais como forma de resistência ao que tem sido chamado de golpe. De forma democrática, cada interessado poderia sugerir, opinar e mesmo manifestas suas posições aos demais participantes.

Foi decidido que a Frente Brasil Popular, em Botucatu, realizará, ainda, outras ações como uma nova edição do Roda de Conversa pela Democracia, marcado para a próxima quarta-feira, 6 de abril, às 18 horas na Praça da Catedral. O evento é aberto a todos os interessados, frisaram os organizadores do roda. Um outro evento, com cunho cultural, ainda será organizado nos próximos dias.

Ao anoitecer, com o final da reunião, o grupo formou uma roda, bem no marco zero de Botucatu, e entoou a frase “Não vai ter golpe, vai ter luta”, que tem se tornado o slogan do movimento.

Deixe uma resposta