Aprenda diferenciar os tipos de medicamentos

Docente do Senac orienta sobre a função de cada um deles; no entanto prescrição deve ser feita somente pelo médico

da Assessoria do Senac-SP

Antibióticos, anti-inflamatórios, antitérmicos e analgésicos são os principais remédios indicados durante uma consulta médica. Mas qual é o objetivo de cada um deles? Juliana Melo, docente do curso Noções sobre Medicamentos para Atendimento em Farmácias do Senac Botucatu, explica a diferença entre cada tipo. Veja abaixo.

– Antitérmicos: usados para eliminar ou amenizar a febre. “Importante ressaltar que o uso deve ser reservado aos casos em que a febre cause desconforto aos pacientes, além de interferência na alimentação e sono”, orienta.

 – Antialérgicos: prescritos para diminuir irritações. “São recomendados contra agentes agressores que causam a alergia local ou no organismo como um todo”, afirma.

 – Analgésicos: indicados para combater a dor, desde enxaquecas a casos de acidentes com queimaduras. Age também no pós-operatório. “Há várias categorias de produtos desse tipo, e o médico é quem pode determinar qual será o ideal para cada situação”.

 – Antibióticos: são para o tratamento de infecções provocadas por bactérias, como as que causam pneumonia, meningite, tuberculose, sífilis, entre outras.

– Anti-inflamatório: combate uma reação inflamatória. “A inflamação é criada pelo sistema imunológico contra algum problema. O remédio age para diminuir alguns sintomas indesejáveis dessa ação do organismo”, explica.

A docente reforça que o conhecimento é importante para as pessoas saberem o que estão consumindo, mas que a prescrição de qualquer medicação deve ser feita por um médico. “A automedicação é perigosa e pode causar efeitos colaterais no tratamento das doenças e riscos à saúde”, finaliza.

Deixe uma resposta