Secretaria de Agricultura do Estado e Unesp firmam parceria pela Segurança Alimentar

Municípios paulistas receberão oficinas para debater e fortalecer Conselhos e o Sistema de SAN do Estado

da ACI/Unesp

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, por meio do Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea) e a Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” estabeleceram os termos de uma parceria na área de segurança alimentar e nutricional sustentável, visando integrar esforços para fortalecer o Sistema de Segurança Alimentar e Nutricional (Sisan) em território paulista e construir o Plano Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional (Pesans). José Valverde Machado Filho, secretário executivo do Consea e sua equipe se reuniu, em 11 de abril, com Mariângela Spotti Lopes Fujita, Pró-reitora de Extensão da universidade (ProEX/Unesp) e a assessora Maria Rita Marques de Oliveira, para avançar nos entendimentos.

convenio unesp agriculturaA parceria com o Consea não é uma ação isolada, afirma Mariângela Fujita. De acordo com a professora, a Universidade está “dando ênfase aos convênios com as secretarias estaduais, visando o atendimento de políticas públicas frente aos problemas que a realidade social propõe”, explica. A extensão universitária é uma dimensão de atividades que complementa a pesquisa e o ensino; que se apresenta para encontrar soluções para as dificuldades que os setores da sociedade têm em seu entorno. “Nós temos um conhecimento que poderá ajudar a resolver esses problemas. A inserção com a Secretaria de Agricultura é importante sob todos os pontos de vista. Temos vários cursos que poderão trazer propostas de emparceiramento para atender as demandas da Pasta. Essa é a visão que a Universidade precisa ter e o alcance disso é o benefício da sociedade”, ressaltou a professora.

Essa aderência entre a posição do Consea e da Unesp vem sendo construída ao longo do tempo e a responsável por esse alinhamento é Maria Rita Oliveira, que, além de sua atuação na Universidade, também é membro do Conselho. “Esse trabalho tem algumas etapas, a primeira foi o apoio ao processo das conferências regionais e a Estadual. A próxima é a realização das oficinas, que tem por objetivo mobilizar as pessoas no processo de formação e identificar multiplicadores – pessoas que possam ir aos outros municípios replicar esse conhecimento” explica.

No segundo semestre, conforme cronograma informado pela professora, será oferecido um curso online destinado aos conselheiros de segurança alimentar e nutricional e aos gestores públicos incumbidos de elaborar políticas para a área. “Essa proposta tem dois pilares: a intersetorialidade, quando a gente trabalha com gestão pública, e a participação social. Depois desse processo de formação, vamos voltar aos municípios, fazendo novas oficinas e, a partir daí, tendo uma avaliação da evolução dos mesmos quanto à criação dos conselhos, da adesão ao sistema e construção de uma política própria e a Unesp entra apoiando o Consea nesse trabalho junto aos municípios”, afirmou Maria Rita Oliveira.

O Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional, de acordo com José Valverde, tem estimulado seus membros, cada um dentro de suas especificidades, a somar esforços. “Tivemos isso muito evidenciado nesse início de parceria entre o Consea e a Pró-Ex, que vai se desdobrar em um convênio entre a Secretaria de Agricultura e a Unesp. Nós já temos algumas ações efetivas que dizem respeito à implementação de oficinas para fortalecer o sistema de segurança alimentar e nutricional de São Paulo. Esse tema ainda não é de domínio de toda a gestão pública e carece de aprofundamento e ninguém melhor que uma equipe com a relevância da Unesp para oferecer isso. Por outro lado, o Consea é o fórum natural para que essas oficinas aconteçam”, afirmou.

Michel Reche Beraldo, coordenador da Coordenadoria de Desenvolvimento dos Agronegócios (Codeagro), no âmbito da qual o Conselho se estrutura, destacou a importância da iniciativa. “Estamos cumprindo um papel que é uma determinação do governador Geraldo Alckmin e do secretário Arnaldo Jardim, é mais um degrau que estamos avançando. Essa junção do Consea com a Unesp vai fortalecer e aprimorar essa discussão e nos ajudar a construir uma melhor política pública de segurança alimentar para o Estado de São Paulo”.

A primeira oficina deverá acontecer já nos próximos dias, em Ribeirão Preto, durante a 23ª edição da Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação (Agrishow). Maiores informações podem ser obtidas junto ao Consea.

Deixe uma resposta