Avaré: detentos poderão trabalhar em obra pública

O trabalho é voluntário com redução de um dia na pena a cada três dias trabalhados

da Prefeitura de Avaré

Recebido em audiência na segunda-feira, 25, pelo secretário de Estado da Administração Penitenciária, Lourival Gomes, o prefeito Poio Novaes solicitou a liberação de grupos de detentos da Penitenciária Nelson Marcondes, instalada na Barra Grande, para execução de serviços de lajotagem de vias daquele povoado.

Segundo o prefeito, a pavimentação com lajotas sextavadas planejada para a Barra Grande requer mão de obra e tempo habil para sua execução. Poio recebeu a informação de que os possíveis detentos que atuarão no serviço são os que se encontram no regime semiaberto e aguardam transferências.

Caso a Prefeitura seja atendida, os serviços serão executados através de convênio entre o Estado e o município, prevendo o emprego de 20 reclusos no prazo de 6 meses, cumprindo horário de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h.

O trabalho é voluntário com redução de um dia na pena a cada três dias trabalhados, com o recolhimento de seguro por acidente, cessão de equipamentos e alimentação por responsabilidade da Prefeitura. A previsão é que a obra seja iniciada em maio.

“Em tempos de dificuldades econômicas, temos de lançar mão de parcerias. Com este trabalho conjunto com os detentos, estamos provendo melhorias à população e contribuindo para a reintegração social dessas pessoas”, conclui o prefeito.

Deixe uma resposta