SEIS se apresenta na Virada Cultural de Botucatu às 6 e meia, no domingo (15)

Compositores botucatuenses antecedem a banda Mutantes, que encerrará o evento

por Sérgio Viana

No domingo de Virada Cultural Paulista em Botucatu, dia 15 de maio, SEIS compositores da cidade apresentam um repertório de canções autorais no palco externo do evento, em frente à Escola Estadual Cardoso de Almeida (EECA), às 18h30. O show antecede a apresentação do rock psicodélico da banda Mutantes, formada em 1966, por Arnaldo Batista, Rita Lee e Sérgio Dias, que permanece na formação atual.

Piteco, Pedro Barroca, Neto Breda, João Paixão, Fernando Vasques e Dael compõem o grupo SEIS, surgido após os encontros do Café das Cinco e do projeto ‘Tribos’, que se apresentou no Teatro Municipal de Botucatu também no dia 15, mas de abril, para um público de aproximadamente 400 pessoas, em comemoração aos 161 anos da cidade.

Leia também: Cool Grass e Rashid na Virada

“Eu me sinto muito feliz por estar num projeto ao lado de compositores tão talentosos e realmente trabalhar, ensaiar, e melhorar nossas próprias canções”, afirma Piteco, vocalista da banda Piteco e os Cavaleiros do Pós-Calypso e membro de SEIS com as músicas Quem se foi, Novo Conceito e O Palhaço.

As canções dos músicos de Botucatu serão apresentadas ao público com arranjos de viola caipira, violão, banjo, contra-baixo e cavaquinho. “Esperamos poder tocar todas as canções que escolhemos de nosso repertório individual e compartilhamos com esses amigos-músicos”, completa Fernando Vasques, um de SEIS que no Municipal apresentou 14 músicas.

Confira o vídeo da canção O Amor é Raro, de Pedro Barroca, interpretada por SEIS no Teatro Municipal de Botucatu, pelo Aniversário de 161 anos de Botucatu.

Os Mutantes

Sob o comando de Sérgio Dias (voz, guitarra e violão, um dos Mutantes originais, a banda paulistana fechará a programação da virada com uma boa pitada de rock psicodélico.

O show está programado para acontecer a partir das 20h, com Esméria Bulgari (voz), Henrique Peters (vocais e teclados), Vinicius Junqueira (baixo) e Cláudio Tchernev (bateria).

Deixe uma resposta