Rose Ielo cobra informações referentes a receitas e valores da secretaria de Saúde em 2015

Motivação se deu após Audiência Pública que apresentou o balanço da pasta responsável pelos serviços de saúde

da Câmara de Botucatu

Seguindo sua linha de fiscalização dos atos do Executivo, a vereadora Rose Ielo [PDT] utilizou seu espaço durante a última sessão ordinária realizada na Câmara Municipal de Botucatu para cobrar, por meio de requerimento, respostas por parte da secretaria municipal de Saúde, com relação aos gastos da pasta no último ano. O pedido acabou aprovado pela unanimidade dos demais legisladores.

O documento foi encaminhado tanto para o prefeito João Cury Neto quanto para o secretário municipal de Saúde, Cláudio Lucas Miranda, pedindo para que ambos informem, em relação às receitas oriundas do Sistema Único de Saúde – SUS, no total de cada item em 2015 especificado em um dos slides da apresentação feita aos vereadores, especificar quais prestadores de serviços e valores foram destinados via contratos e, ou, convênios, bem como dos recursos próprios informados em outro ponto da apresentação.

A motivação do requerimento da vereadora Rose Ielo se deu após a Audiência Pública para prestação de contas do terceiro quadrimestre de 2015, promovida pela secretaria de saúde, na Câmara Municipal, no meio do mês de abril. De acordo com o requerimento, o questionamento é para dois diferentes pontos da apresentação. O primeiro, que aborda os recursos transferidos pelo SUS [fundo à fundo] e o segundo que trata das despesas com recursos próprios do município.

O questionamento, de acordo com a vereadora, está dentro das atribuições de fiscalização do vereador. “É papel do vereador se aprofundar nas prestações de contas do município e apontar questionamentos quando não se convence ou tem dúvida de algo e é o que estou fazendo com essa solicitação. Estou buscando mais informações, por parte do Executivo, de dois pontos da apresentação feita na Câmara”, explica Rose Ielo.

Deixe uma resposta