Deputada federal visita Botucatu e declara apoio a Érick Facioli

Ana Perugini reforçou que a crise fez surgir, ao mesmo tempo, novas lideranças e que proporcionarão novas ideias

da Redação com Assessoria

Como forma de estreitar relações com lideranças políticas na região, a deputada federal Ana Perugini visitou Botucatu no sábado, 18, e consolidou apoio à pré-candidatura do jornalista e professor universitário Érick Facioli, à prefeitura municipal pelo PT.

O encontro, promovido no Bairro Demétria, reuniu moradores da região, filiados do PT, dirigentes partidários, além de pré-candidatos a vereadores pela legenda. Esta foi a segunda visita de Ana Perugini ao município. Em setembro do ano passado, a parlamentar compareceu à inauguração da nova sede do PT no município. 

Ana Perugini ressaltou a importância da participação popular na política

Ana Perugini ressaltou a importância da participação popular na política

Antes, a deputada teve compromissos em Pederneiras, Cabrália Paulista e Paulistânia. Em Botucatu, a parlamentar conheceu as dependências do Museu de Mineralogia Aitiara e conversou com representantes ambientais, da educação e moradores do bairro. Na pauta de debates, o momento político atual como o processo de impeachment da presidenta afastada Dilma Rousseff, além dos impactos da crise política nas eleições de outubro.

Para o pré-candidato, Érick Facioli, a visita da deputada mostra o compromisso que o partido tem com Botucatu. Frisou, em seu discurso, os investimentos maciços dos governos Lula e Dilma e a importância da participação popular nas decisões políticas. “Gostaria de agradecer a deputada que tem um trabalho desenvolvido na Câmara Federal que tem tudo a ver com nossas ideias para a Educação, o saneamento básico e a preservação do Meio Ambiente”, declarou Facioli.

Sobre o cenário que se desenha para as eleições municipais deste ano, Facioli ressalta que o pleito será um dos mais difíceis e concorridos da recente história política local. Ressaltou que o momento é de apresentar propostas e incluir a sociedade nos debates políticos para a construção de um Plano de Governo Participativo. “Estou muito feliz em ser pré-candidato pelo PT. Sabemos que a luta será difícil. É uma eleição onde temos que apresentar propostas e isso começamos bem. Temos ideias diferenciadas para o desenvolvimento de Botucatu. Temos a história de um governo de 8 anos (2001-2009) que fez muito e recolocou a cidade nos trilhos”, lembrou o pré-candidato.

Ao fazer o balanço do momento político em nível nacional, Ana Perugini reforçou que a crise fez surgir, ao mesmo tempo, novas lideranças e que proporcionarão novas ideias de gestão e debates em sincronia com os anseios da sociedade.  “Quero me comprometer com o companheiro Érick Facioli, que é nosso pré-candidato, para que possamos fazer nesse processo eleitoral, momento de união pela cidade de Botucatu. O PT já teve uma história na administração e revelou uma forma de fazer gestão diferente e que trouxe desenvolvimento e avanços”, completou a deputada.

Sobre a deputada Ana Perugini

Ana Perugini está em seu quarto mandato legislativo. Iniciou sua trajetória nos movimentos sociais da década de 1980, na defesa da agricultura familiar e nos movimentos religiosos.  Foi eleita deputada estadual em 2006. É autora do projeto de lei que defende a compensação financeira, por parte do Governo de São Paulo, às cidades que abrigam ou venham a abrigar presídios.  

Entre suas principais ações está, ainda, a luta contra o abuso das tarifas de pedágio nas rodovias paulistas. Por meio de iniciativa parlamentar, a deputada quer que usuários que morem ou trabalhem nas cidades onde se localizam as praças estejam isentos do valor. Uma medida de justiça social para garantir o direito de ir e vir.

Está em seu primeiro mandato na Câmara dos Deputados. Eleita em 2014 com 122 mil votos, Perugini é coordenadora-geral da Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Direitos Humanos das Mulheres, e responsável pelos trabalhos das frentes parlamentares pela Implantação do Plano Nacional de Educação e de Promoção e Defesa da Criança e do Adolescente no Estado de São Paulo.

Deixe uma resposta