SP vacina 99,46% do rebanho contra a aftosa

111.290 propriedades declararam a vacinação de 4.518.598 animais

da Imprensa Oficial

vacinacao febre aftosaEm maio, o Estado de São Paulo alcançou índice de 99,46% na vacinação contra a febre aftosa em bovinos e bubalinos de até 24 meses, de acordo com dados da Coordenadoria de Defesa Agropecuária (CDA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento. Nessa etapa, 111.290 propriedades declararam a vacinação de 4.518.598 animais, segundo o médico veterinário da CDA, Hugo Leonardo Riani Costa, que responde pelo Programa Estadual de Erradicação da Febre Aftosa. Os dados são do relatório de fechamento da etapa no Sistema Gestão de Defesa Animal e Vegetal (Gedave).

O Estado de São Paulo tem obtido índices superiores a 99% nas últimas campanhas do mesmo período, número considerado excelente, pois a vacinação é realizada pelos próprios produtores. Aqueles que deixaram de vacinar ou de informar a vacinação estão sendo visitados pela Defesa Agropecuária.

História – O combate à febre aftosa no Estado teve início na década de 1970. A partir de 1992, a Secretaria passou a adotar medidas para a erradicação da doença, que resultaram, no ano 2000, no reconhecimento internacional de que o Estado estava livre da febre aftosa com vacinação pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE). O último foco da doença registrado em São Paulo ocorreu em março de 1996.

A vacinação e a informação da imunização no Estado são obrigatórias. Deixar de vacinar implica multa de 5 Unidades Fiscais do Estado de São Paulo (Ufesps) por cabeça (o valor de cada Ufesp é R$ 23,55). Não comunicar a vacinação resulta em multa de 3 Ufesps. A próxima etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa será realizada durante o mês de novembro.

Deixe uma resposta