Cruzamento de dados gera irregularidade em candidatura do vice-prefeito, Caldas

Sistema considerou que o candidato ainda comandava o Fundo Municipal de Saúde e questionou procedência de doação de R$ 8 mil

vice-prefeito-caldas

por Sérgio Viana

Desde o final de semana a campanha a vereador do vice-prefeito comunista de Botucatu, Prof. Caldas (PCdoB), tem sido questionada a respeito de um parecer do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que acusa irregularidade de doação do próprio candidato, uma vez que o mesmo seria gestor público, mais especificamente, do Fundo Municipal de Saúde da Secretaria que administrou até 2012.

irregularidade-caldas“Aparentemente, não há irregularidade nenhuma”, explica o chefe do Cartório Eleitoral de Botucatu, Igor Ignácio. “Acontece que o Tribunal de Contas da União (TCU) fechou parceria com o TSE e fez cruzamentos de dados para verificar pessoas que eram responsáveis por dinheiro público e pessoas que doaram para campanhas [nestas eleições]”.

O prof. Caldas, quatro anos atrás, acumulava as funções de vice-prefeito e secretário de Saúde do governo João Cury (PSDB), logo, sendo o responsável pelo Fundo de Saúde. Agora, em 2016, o candidato a vereador fez uma doação para sua própria campanha, registrada no cruzamento de dados do TCU.

“O que o tribunal quer fazer é apenas verificar se ele tem lastro, [se] tem realmente o dinheiro para essa doação. Ele já veio, através de advogado, apresentou todos os dados, inclusive comprovante de renda, informando que é professor da Unesp e tudo o mais, e que o dinheiro da campanha veio dessas fontes”, ponderou o chefe do cartório.

Segundo o vice-prefeito, em resposta ao site Leia Notícias, ele sente-se tranquilo e afirmou que trata-se de uma ‘informação desatualizada’ do TCU, uma vez que ele não estava mais a frente do Fundo Municipal de Saúde. “Nada mais justo que tenha em minha poupança pessoal os R$8.000,00 que doei a minha própria campanha. Estas informações já foram prestadas ao Meritíssimo Juiz Eleitoral que deverá se pronunciar em breve”

Deixe uma resposta