Completar o tanque com etanol pode custar R$ 140, após novo reajuste em Botucatu

Desde o último reajuste, na primeira semana de outubro, já não é vantajoso abastecer com etanol em Botucatu

por Flávio Fogueral

Enquanto a Petrobras anunciava a redução no preço cobrado pela gasolina, motoristas de carros flex e a etanol reavaliam o uso deste último. Isso porque, na última semana, o valor cobrado pelo combustível verde teve nova alta nas bombas dos postos de Botucatu. Passo dos R$ 2,69 para média de R$ 2,78. Este é o terceiro reajuste em menos de um mês ao consumidor.

Para completar o tanque usando o combustível oriundo da cana-de-açúcar, o dono de um carro popular, com tanque estimado em 5o litros, desembolsará R$ 139 ante R$ 134,50 do preço antigo.

Desde o último reajuste, na primeira semana de outubro, já não é vantajoso abastecer com etanol em Botucatu. O etanol, encostando na casa dos R$ 2,80, deixa de ser vantajoso perante a gasolina. Pelo cálculo de divisão (preço etanol/ preço gasolina), os valores chegam a dar média de 0,759- a gasolina é mais vantajosa quando este resultado passa de 0,70. O cálculo é feito pois motores movidos a gasolina apresentam rendimento melhor dos que os movidos a etanol, tanto em áreas urbanas quanto nas rodovias.

Em fevereiro, o etanol encostou na casa dos R$ 3, o litro. O valor foi caindo gradativamente com a safra da cana-de-açúcar no começo do ano. Em outros meses, apresentou pequenas variações, sofrendo reajustes pontuais. Diferente das altas ocorridas nas últimas semanas.

O aumento no preço do etanol deve fazer com que não ocorra redução no valor da gasolina. Isso porque 25% do litro do combustível é aditivado por álcool anidro.

Deixe uma resposta