Novos diretor e vice da FCA/Unesp são empossados

Solenidade teve a assinatura da doação das Fazendas Lageado e Edgárdia à Unesp

da Assessoria da FCA

Dia 27 de janeiro, às 10h, aconteceu a transmissão das funções de diretor e vice-diretor da Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA) da Unesp, câmpus de Botucatu, aos professores Carlos Frederico Wilcken e Dirceu Maximino Fernandes, eleitos para o exercício do mandato de janeiro de 2017 a janeiro de 2021. wilcken termo de posse

A sessão solene da Congregação foi realizada no Auditório Paulo Rodolfo Leopoldo, na Fazenda Experimental Lageado, e contou com a presença do professor Sandro Roberto Valentini, reitor da Unesp; do deputado estadual Fernando Cury; do professor Leonardo Theodoro Büll, pró-reitor de Administração da Unesp; professor Edson Luiz Furtado, diretor presidente da Fundação para o Desenvolvimento da Unesp (Fundunesp); Junot de Lara Carvalho, secretário de Relações Institucionais de Botucatu, representando o prefeito municipal de Botucatu Mario Pardini; Izaias Colino, presidente da Câmara Municipal de Botucatu; professor Arnaldo Cortina, secretário-geral da Unesp, além de lideranças regionais, professores eméritos e ex-diretores da FCA e servidores docentes, técnico-administrativos e discentes.

Doação das Fazendas Lageado e Edgárdia

A solenidade teve início com a assinatura do contrato de doação das Fazendas Lageado e Edgárdia da União para a Unesp, momento histórico para a Universidade e para Botucatu. O professor João Carlos Cury Saad, diretor cessante da FCA, lembrou a colaboração de toda a comunidade universitária e botucatuense para essa conquista. “Esse é o resultado de uma ampla frente de trabalho. É fruto do esforço de todos os diretores da FCA e das demais unidades do câmpus de Botucatu ao longo de tantos”.

O professor Saad destacou a atuação do deputado Fernando Cury para a conclusão do processo de doação. “O deputado foi decisivo para alcançarmos esse resultado. Ele fez um amplo trabalho em Brasília e consagrou o esforço de gerações de administradores e da nossa comunidade”.

O deputado também comemorou a conquista. “Dentre tantas realizações da gestão do professor Saad, essa talvez seja a mais simbólica. A FCA agora é dona das suas terras. Sei que todos os diretores que por aqui passaram lutaram por isso e sonharam com essa conquista. Estou feliz e agradeço a confiança que a FCA depositou em mim para ajudar nessa vitória”.

Posse

Em seu discurso de despedida da direção da FCA, o professor Saad fez questão de agradecer o professor Wilcken, vice-diretor na sua gestão. “Agradeço pela sua amizade, lealdade e competente trabalho realizado. Tenho certeza que você e o professor Dirceu atuarão com dedicação e ética para que a FCA tenha sempre excelência em suas atividades”.

O professor Saad também agradeceu as comissões que trabalharam nas atividades comemorativas dos 50 anos da FCA; sua equipe administrativa; a Fundação de Estudos e Pesquisas Agrícolas e Florestais; os supervisores e servidores das Fazendas de Ensino, Pesquisa e Extensão; professores eméritos e ex-diretores da Faculdade; diretores das demais unidades da Unesp em Botucatu; a família Nishimura e o ex-prefeito João Cury Neto. Num agradecimento emocionado aos seus familiares, o professor Saad declarou: “Lutei o bom combate. Guardei os nossos valores”.

Ao encerrar sua fala, o diretor cessante deixou uma mensagem aos presentes. “Após quatro anos de mandato anos reitero minha confiança na gentileza, no trabalho em equipe, nas soluções construídas na base do diálogo e, principalmente, na força transformadora da ética, da verdade e do amor. Não sejamos otimistas nem pessimistas. Sejamos realistas esperançosos”.

Na sequência da solenidade, os professores Wilcken e Dirceu assinaram os termos de posse e receberam as insígnias relativas às funções de diretor e vice-diretor.

Em nome da Congregação da FCA o professor Roberto Lyra Villas-Bôas agradeceu o professor Saad. “O senhor nos mostrou que liderança é possível com diálogo, equilíbrio, atitude e humildade. Muito obrigado pelo seu comprometimento frente à Diretoria da FCA”. E saudou os professores Wilcken e Dirceu. “Certamente a competência de ambos, permitirá superar as dificuldades inerentes à administração da Faculdade e reforçar os pilares que alicerçam a nossa instituição, através de uma gestão equilibrada”.

Após uma apresentação musical feita pelos ex-alunos da FCA, Elizana Baldissera e Rogério Germino, o professor Carlos Frederico Wilcken fez seu primeiro pronunciamento como diretor da FCA. E iniciou sua fala agradecendo a confiança da comunidade universitária. “Agradecemos o apoio de todos e esperamos ser dignos dessa confiança”.

O novo diretor também agradeceu o professor Saad pelos quatro anos de trabalho conjunto. “O professor João Saad sempre pautou suas decisões pelo respeito à estrutura administrativa da FCA e da Unesp, pelo diálogo e pela ética. Para ele, todos os imprevistos e dificuldades foram tratados com sua característica serenidade e com determinação nas suas ações”.

O professor Wilcken destacou a capacidade de trabalho do professor Dirceu, agora vice-diretor da unidade. “O professor tem sólida experiência tanto na área acadêmica quanto como em gestão, por sua atuação na Vice-Supervisão das Fazendas, chefia de Departamento e direção da Fepaf. Sua dedicação, seriedade e competência farão a diferença em nossa gestão”.

Dirigindo-se ao reitor da Unesp, o professor Wilcken reiterou o compromisso da FCA com o crescimento da Universidade. “Entendemos que somos parte de algo maior, a nossa Unesp. Sempre conte com nossa unidade universitária. Apoiaremos quaisquer medidas voltadas para a solidificação e crescimento da Unesp, como universidade pública, autônoma e de qualidade, formadora de profissionais capacitados para suprir as demandas que o Brasil necessita”.

A atenção às demandas colocadas pela comunidade universitária também foi lembrada pelo dirigente. “Estamos cientes das preocupações que nos foram colocadas durante a campanha eleitoral e o exercício da vice-diretoria. Sempre contem com nosso trabalho, dedicação e compromisso para atender essas demandas. Esperamos contar com o profissionalismo de todos para que possamos cumprir os objetivos da nossa gestão”.

A solenidade foi encerrada com o discurso do professor Sandro Roberto Valentini, na primeira visita a Botucatu após a sua posse como reitor. Ele iniciou seu pronunciamento saudando o professor Saad pelo trabalho. “Muitos de nossa equipe admiram sua postura e seu perfil. Lutamos muito para tê-lo trabalhando conosco, mas tenho certeza de que continuará sendo um dos nossos colaboradores”.

O reitor falou sobre a necessidade de superar a crise que atinge o país e as universidades públicas. “Uma crise pode gerar imobilismo ou ela pode desencadear o enfrentamento. Nossa postura será a do enfrentamento. Queremos transformar a crise numa oportunidade para a modificação dessa universidade. E isso começa pela constituição de uma equipe extremamente motivada. As metas foram estabelecidas e estamos dispostos a caminhar e enfrentar os problemas”.

Para o dirigente máximo da Unesp, o diálogo é fundamental no processo de superação da crise. “Vencemos a eleição de uma maneira muito democrática. Fomos às bases, consultamos as pessoas, debatemos os assuntos e assim nossa proposta nasceu. Dialogar, planejar e inovar são palavras de ordem para a nova gestão”.

O professor Valentini apontou a consolidação e a integração do curso de Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia e o fortalecimento do Parque Tecnológico Botucatu como os principais desafios da FCA para o futuro e fez votos de sucesso aos novos gestores. “Desejo muita motivação aos professores Wilcken e Dirceu, com muito trabalho e muita cooperação. Percebi que esse é o espírito da FCA. E com esse espírito avançaremos nos próximos quatro anos”.

Inaugurações

Antes da solenidade de posse, aconteceram as inaugurações do novo pórtico de acesso à Fazenda Lageado e do Laboratório Central Multiusuários (Lacem).

Sobre o laboratório concebido e aprovado na gestão do professor Edivaldo Velini como diretor da Unesp, o professor Saad ressaltou. “A ideia que motivou a construção do Lacem é otimizar os recursos e também centralizar as análises para que tenhamos um ganho de qualidade nas nossas pesquisas. Será um local de integração para dos cursos. É uma conquista da nossa comunidade”.

Presente ao ato, o reitor da Unesp elogiou a iniciativa da criação de um laboratório multiusuários. “Parabenizo a FCA por construir um laboratório que possa ser uma infraestrutura de pesquisa compartilhada. Tudo o que as unidades fizerem no sentido de convergência, compartilhamento e integração terá apoio da administração central. Precisamos buscar mais convergências e construir uma identidade única para a nossa Universidade”.

Deixe uma resposta

Sobre Flavio Fogueral