Museu do Café inaugura novos espaços para visitação pública

Serraria e Ferraria serão abertos como atração e resgate da tradição da produção cafeeira

por Flávio Fogueral

O Museu do Café, instalado nas dependências da Fazenda Experimental Lageado, abriu ao púbico dois novos espaços para visitação: a serraria e ferraria. Intenção é ampliar o leque de atrações e referências históricas sobre a época áurea do café em Botucatu e região. A visitação aos novos espaços será feita mediante agendamento.

Após minucioso e extenso trabalho de recuperação pela equipe de manutenção da Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp (FCA)- instituição mantenedora do Museu do Café- os espaços representam parte do sistema produtor do café.

A serraria, localizada próxima à ponte foi totalmente limpa. No local é possível apreciar a estrutura de madeira formada por três grandes tesouras, em madeira lavrada, com aproximadamente 20 metros de comprimento, que sustentam o telhado. Também é possível apreciar o sistema motriz original acionado por roda d’água, além de serras verticais, carrinho para transporte de toras e outras máquinas e ferramentas utilizadas.

“A reabertura desse importante espaço vem ao encontro do desejo de muitos visitantes que sempre demonstraram curiosidade em conhecer o local e suas máquinas. Segundo registros, esse prédio vem da primeira fase da Fazenda Lageado, portanto do final do século 19 inicio do século 20. Além da abertura desse espaço, há uma sala para expor objetos utilizados por marceneiros como forma de valorizar o trabalho desses profissionais. A sala está chamando bastante atenção dos visitantes”, explica José Eduardo Candeias, diretor do museu.

Outro espaço totalmente revitalizado foi a ferraria, que será aberta ao público pela primeira vez. O local integra o mesmo prédio físico da serraria e responsável pela confecção de objetos em ferro, desde ferraduras para animais até grades, e outras estruturas. No local os visitantes podem conhecer a estrutura original da fornalha além das ferramentas utilizadas para manusear, moldar e finalizar as peças em ferro.

O Museu do Café funciona de segunda a sexta-feira das 8h às 17h. Aos sábados, domingos e feriados o funcionamento é das 12h às 18h. Para visitas monitoradas e agendadas, os interessados podem entrar em contato pelo telefone (14) 3880-7240 ou pelo email: museudocafe@fca.unesp.br

O acesso é feito pela Rua Dr. José Barbosa de Barros, no Jardim Paraíso; ou ainda pela Rodovia Alcides Soares, que liga Botucatu ao Rio Bonito.

Deixe uma resposta

Sobre Flavio Fogueral