Vicenzo e Helena são as primeiras crianças de 2018 nascidas em Botucatu

Pais são naturais de Areiópolis e nascimento ocorreu às 16h47 do dia 1º na antiga Misericórdia Botucatuense

por Flávio Fogueral. Fotos: Arquivo Pessoal Família Souza

As primeiras crianças nascidas em 2018, nos hospitais de Botucatu é são um menino e uma menina e recebem o nome de Vicenzo Mariano Zambido e Helena Barros Souza. Os bebês nasceram no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) e no Hospital Unimed (antiga Misericórdia Botucatuense), às 10h46 e às 16h47, respectivamente.

Primeira criança de 2018, Vicenzo é filho de Gislene Mariano Da Silva Zambido, 40 anos, e  Luiz Carlos Do Carmo Zambido, 42 anos. Gislene, natural de Conchas é auxiliar de classe em uma escola particular no Jardim Paraíso; e Luiz Carlos, vindo de Lençóis Paulista, é barbeiro. O casal reside em Botucatu há mais de três décadas e já possui mais dois filhos- ambos meninos, de 14 e 12 anos.

Segundo a mãe, o bebê foi “apressadinho”, já que o parto foi prematuro. Mesmo assim, ela salienta que toda a família estava ansiosa pela chegada do novo integrante. “Ele foi apressadinho, pois nasceu de 6 meses. Ele mostrou que veio pra fazer a diferença; começando a nos surpreender”, disse Gislene.

A família de Vicenzo, informa que o bebê ainda está internado na Unidade de Terapia Intensiva do HCFMB, autarquia vinculada à secretaria de Estado da Saúde. No entanto, a unidade informou, por meio de sua assessoria de imprensa terceirizada, que não divulgará nenhuma informação adicional sobre o primeiro (a) recém-nascido (a) na unidade, tendo em vista ser uma política adotada com o intuito de preservar a família e o bebê. Por estar ainda em observação, não há fotografia de Vicenzo com a família.

Um pouco mais tarde, Botucatu viria a conhecer a pequena Helena Barros Souza. O parto, registrado no Hospital Unimed (antiga Misericórdia Botucatuense) foi realizado no dia 1º, às 16h47, por meio de cesariana, pelos médicos Moisés Mendonça Neto (obstetra) e Martins José Faddul Alves.

Os pais, Andreia Mendes de Barros Souza (29) e Raul Souza (35) são de Areiópolis e estão casados há doze anos. A pequena Helena, explica o pai- que é pintor automotivo da unidade local da Irizar do Brasil-, tem um irmão, de onze anos. “Foi uma surpresa a chegada da pequena Helena. Estão todos (mãe e criança) bem e em casa”, disse.

Curiosamente, Helena é um dos nomes mais registrados no país em 2017, segundo pesquisa da Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-BR). O nome teve origem no grego Heléne e significa “tocha, fazendo com que a grafia Helena seja “a reluzente” ou “a resplandecente”.

A família Souza reunida com a pequena Helena, que nasceu às 16h47 no Hospital Unimed, antiga Misericórdia Botucatuense