Botucatu terá mais um pré-candidato a deputado estadual: Giovanni Mockus

Mockus vem desde 2013 percorrendo a região auxiliando na construção e formação de novas lideranças locais

da Assessoria

Na última sexta-feira, o botucatuense Giovanni Mockus, filiado à REDE Sustentabilidade, anunciou oficialmente, por meio de suas redes sociais, sua pré-candidatura a deputado estadual.

Graduando em Gestão de Políticas Públicas pela Universidade de Brasília, Mockus, de 23 anos, é co-fundador e dirigente nacional da REDE Sustentabilidade ao lado da ex-senadora e pré-candidata à Presidência da República, Marina Silva e, até pouco tempo, trabalhava como Assessor Legislativo da legenda na Câmara dos Deputados.

“Assim como toda a população, a gente está cansado da corrupção e má-gestão. Ao invés de ficar assistindo, resolvemos aceitar esse desafio de ser uma pré-candidatura jovem, preparada tanto academicamente quanto com experiência real, estruturada em propostas construídas na própria sociedade e inovadora na forma de ser e fazer”, diz Mockus que não vem de uma família tradicional política e se prepara para disputar sua primeira eleição.

Com base em Botucatu, Giovanni Mockus vem desde 2013 percorrendo a região auxiliando na construção e formação de novas lideranças locais. Dessa experiência e com seu conhecimento em gestão de políticas públicas, surgiu a plataforma georreferenciada agendasp.mockus.com.br. A ideia é uma ferramenta inovadora em que qualquer cidadão pode identificar um problema do seu dia a dia e qualquer cidadão pode ajudar na construção de uma solução para os problemas já identificados. No meio desse caminho, a proposta é fazer o diálogo entre a sociedade civil e o poder público.

REDE no Estado de São Paulo

A REDE Sustentabilidade no Estado de São Paulo optou por não lançar candidatura própria ao Palácio dos Bandeirantes. Ao invés disso, foi feita uma construção programática no Estado com o Partido da Mobilização Nacional (PMN), que irá encabeçar a chapa para o Governo do Estado com a pré-candidatura do empresário guarujaense Cláudio Fernando, sendo o pré-candidato a vice-governador o ex-vereador da REDE em São João da Boa Vista, Roberto Campos.

Para o Senado Federal, a REDE inova ao lançar uma tríade de mulheres, Beatriz Soares (vereadora da REDE em Araçatuba), Ana Paula Massonetto (empreendedora cívica) e Nilza Camillo (coordenadora do Frente Favela Brasil), que lideram o Conjunto 18, uma proposta de candidatura coletiva que pretende um modelo de democracia direta para o mandato no senado.

Giovanni Mockus avalia que a construção da REDE no Estado de São Paulo e a participação nas Eleições de 2018 busca quebrar a hegemonia de poder que existe no Estado. “A população não aguenta mais essa polarização! Há décadas é só PSDB vs. PT. Ninguém mais discute o Estado de São Paulo, ninguém mais busca conversar com o povo para saber o que o povo precisa no dia-a-dia. A gente resolveu pôr a mão na massa e ser essa alternativa, ser essa possibilidade de inovar na política paulista e fazer da política uma boa ferramenta de transformação na vida das pessoas”, conclui Mockus.

Para visualizar o vídeo de lançamento da pré-candidatura acesse facebook.com/giovannimockus