Festa sem alvará, com 300 pessoas, é encerrada pela Guarda Municipal

Para casos de Perturbação do Sossego, a GCM orienta acionar a corporação no 199

da Redação

Reclamações por causa de festas de repúblicas têm se tornado recorrentes na região do Jardim Paraíso. Muitas, sem alvará ou mesmo por excessos, principalmente quanto ao barulho. Algumas delas são encerradas somente após a intervenção das autoridades. Foi o que ocorreu na noite deste sábado, 27, em um evento de caráter particular na Rua José Barbosa de Barros, nas proximidades do Parque Municipal.

Na oportunidade, a Guarda Civil Municipal recebeu denúncia sobre Perturbação do Sossego relativo a um evento que ocorria há algumas horas em uma casa. Chegando ao local, os inspetores municipais verificaram que a festa tinha 300 pessoas. Questionado, o responsável pela casa (que não teve o nome divulgado), informou que “não esperava que a festa fosse ter aquela proporção”.

Foi solicitado o Alvará para a realização do evento, já que estava constatada a cobrança de entrada. Sem o documento, os responsáveis encerraram a festa por volta das 22h30.

Para casos de Perturbação do Sossego, a GCM orienta acionar a corporação no 199.