Prefeitura realizou quase 2,5 mil castrações de cães e gatos em 2019

Em 2019, a Prefeitura conseguiu realizar 2.459 castrações, 775 a mais do que em 2018

da Prefeitura de Botucatu

Uma das grandes preocupações referentes à causa animal no Município era a castração de cães e gatos. Pensando nisso, a Prefeitura de Botucatu vem desenvolvendo ações que multiplicaram a oferta desse serviço na Cidade.

Até o ano de 2017, as castrações eram realizadas através de convênios com ONGs do Município, e foram realizados 1.527 procedimentos em cães e gatos.

A partir de 2018, a Prefeitura passou a gerenciar o processo de castração, desde o seu agendamento. Parte das ações foi feita através de licitação com clínicas especializadas da Cidade, e outra parte pela própria equipe do Canil Municipal.

Em 2019, a Prefeitura conseguiu realizar 2.459 castrações, 775 a mais do que em 2018.

“Nosso objetivo com essa mudança foi aumentar a quantidade de castrações, tornar o acesso às ONGs, protetores e população mais abrangente, ter maior controle dos procedimentos, além é claro de ter maior atenção para a qualidade deste serviço. Se somarmos esse trabalho feito pela Prefeitura ao papel fundamental das ONGs em 2019, tivemos quase 5 mil castrações de cães e gatos na Cidade”, afirma o Prefeito Mário Pardini.

Além das castrações de cães e gatos, duas outras ações foram de extrema importância em 2019 para a causa animal: uma foi a aquisição de microchips que estão sendo implantados em todos os cães e gatos castrados pela Prefeitura; a outra foi a criação de uma equipe exclusiva para averiguação de denúncias de maus tratos na Cidade.

“Os chips são menores que um grão de arroz e estão ligados a um sistema, a exemplo de um RG, armazenando informações do animal, como o nome e documentos do proprietário, endereço e um telefone de contato. Já implantamos os chips em 915 animais. Já a equipe montada para apurar as denúncias mostrou-se muito efetiva desde a sua criação em setembro de 2019, atendendo 427 solicitações. Nossa intenção é melhorar ainda mais estes serviços em 2020”, finaliza Rodrigo Rodrigues, o Palhinha, assessor especial da Prefeitura para a Causa Animal.

Sobre Flavio Fogueral