Botucatu: Morador é vítima de golpe do cartão no portão de casa

A vítima é um idoso de 68 anos que teve um prejuízo de R$ 3.600

do Leia Notícias

A Polícia Civil de Botucatu investiga um caso de estelionato registrado na Rua Comendador Pedro Stefanini, na Vila Carmelo, por volta das 17h de domingo (23).

A vítima é um idoso de 68 anos que teve um prejuízo de R$ 3.600 debitados de sua conta, após receber a visita de um casal de estelionatários em sua casa oferecendo diversos produtos.

Acompanhados de uma criança, os golpistas disseram ser revendedores da empresa Polishop e mostraram diversos produtos dentro de uma caminhonete Toyota/Hylux.

Interessado em um cortador de cabelo no valor de R$ 60,00, a vítima utilizou dois cartões bancários para a falsa transação – um do Banco do Brasil e outro do Santander. Porém os golpistas afirmaram que a transação não estava autorizada. Após tanta “complicação no pagamento”, o idoso desistiu da compra e após alguns minutos da saída dos estelionatários do portão da sua casa, começou a receber SMS dos bancos.

A mensagem informava que havia sido realizado um débito de sua conta no valor de R$ 2.500 no Banco do Brasil. Imediatamente ele entrou em contato com a Central do Banco e conseguiu estornar o valor.

No Santander a compra de R$ 3.600 não foi cancelada e o prejuízo ficou para a vítima.