Botucatu: Cultura cancela concerto da Orquestra Sinfônica e avaliará uso de equipamentos públicos

Esta é a primeira medida, em âmbito de equipamento público adotada como prevenção ao coronavírus

por Flávio Fogueral

A apresentação que marcaria o início da temporada 2020 da Orquestra Sinfônica Municipal, nesta segunda-feira, 16 de março, foi cancelada devido às precauções adotadas em todo o Estado contra a propagação do Covid-19, denominação do novo tipo de coronavírus. São Paulo é a região do país com mais casos e, na sexta-feira (13), o governador João Dória assinou decreto com recomendações preventivas. Uma delas está a não realização de eventos para públicos com mais de 500 pessoas.

A confirmação de cancelamento ocorreu na manhã deste domingo, 15 de março, por parte da secretária municipal de Cultura, Cristina Cury Ramos. Segundo frisa a titular da pasta, a suspensão foi motivada pelo local marcado para a apresentação, o Teatro Camillo Fernandez Dinucci, que possui 530 lugares. “Ponderamos que o local comporta um pouco mais de 500 pessoas e que os concertos da nossa Orquestra atingem quase sempre a lotação máxima e que o público que nos prestigia é composto por jovens e crianças, mas, principalmente, por adultos, e finalmente, que o Teatro Municipal conta apenas com sistema de ventilação forçada (ar condicionado)”, ressaltou Cristina. 

Esta é a primeira medida, em âmbito de equipamento público adotada como prevenção ao coronavírus. Na sexta-feira, 13, foi criado um grupo de Acompanhamento e Controle da doença no município, que terá suporte da Secretaria Municipal de Saúde e de hospitais vinculados ao SUS e particulares.

Segundo frisa Cristina, a Secretaria de Cultura avalia também ouso de outros equipamentos públicos da área e que concentram alta demanda de visitantes, como o Museu Histórico, Pinacoteca Fórum das Artes,Biblioteca, Cine Janelas, Casa da Juventude e Teatro Municipal. “Trata-se de uma decisão preventiva difícil, porém necessária a fim de conter a disseminação. Temos como dever prezar sempre pelo bem estar e a segurança de todos os envolvidos em nossos eventos: músicos, público e equipe”, reforça a secretária.

Eventos particulares, no entanto, ainda estão confirmados, mas serão avaliados individualmente, sendo que caso ultrapassem 500 pessoas, serão cancelados.