Botucatu: Prefeitura decide prorrogar vencimento da 1ª parcela e cota única do IPTU

Agora, os mais de 70 mil contribuintes terão até 30 de abril para a quitação do IPTU

por Flávio Fogueral

Decisão do prefeito Mário Pardini nesta quinta-feira, 26 de março, dará mais tempo para que o contribuinte botucatuense possa quitar o Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU). Por meio do decreto 11.951/2020, o prazo para o pagamento da primeira parcela e da cota única do tributo, que venceriam no dia 31, foi estendido.

Agora, os mais de 70 mil contribuintes terão até 30 de abril para a quitação do IPTU. A quitação em parcela única continuará com o desconto de 5%. Um dia antes, o vereador Carlos Trigo (PDT) havia protocolado o pedido para que a medida fosse adotada ao município.

“Infelizmente um dos reflexos dessa doença em nossa sociedade é na economia. Prorrogar esse vencimento é um gesto de solidariedade e sensibilidade com toda a população que neste momento de turbulência está apreensiva. Se percebermos que essa crise se estenderá por mais tempo, novas medidas serão tomadas para tentarmos amenizar os prejuízos da população”, frisou o prefeito Mário Pardini.

A expectativa da Prefeitura é de arrecadar neste ano aproximadamente R$ 31 milhões. Obrigatoriamente, o montante da arrecadação deve ser distribuído da seguinte maneira: 25% são destinados à Educação, 15% para a Saúde, e os 60% restantes o Município custeia a sua manutenção e aplica em obras diversas e convênios com o Estado e a União.

Como pagar o IPTU 2020

Os que optarem pelo pagamento integral, à vista, do IPTU terão 5% de desconto. Quem preferir parcelar a contribuição poderá fazê-la em até 10 vezes, desde que a parcela não seja inferior a R$50,00.

O proprietário que, por algum motivo, não receber o boleto ou perdê-lo, pode imprimir a 2ª via do Imposto no site da Prefeitura (www.botucatu.sp.gov.br – na aba Tributos).