Após impasse, comerciantes decidem fazer carreata para pedir reabertura de lojas

O ato está marcado para sábado (28), a partir das 10 horas, com concentração na Cohab 1

da Redação

Um grupo articulado de comerciantes em Botucatu decidiu, no início da tarde desta sexta-feira, 27 de março, a realizar mobilização em Botucatu para pleitear a reabertura das lojas consideradas não-essenciais e que estavam impedidas de abrir as portas, devido a decretos em âmbito municipal e estadual editados nesta semana.

O ato está marcado para sábado (28), a partir das 10 horas, com concentração em frente à praça da Panificadora Rainha, no Conjunto Habitacional Humberto Popolo, a Cohab 1. Os comerciantes percorrerão diversos pontos da Cidade, a fim de sensibilizar o Poder Público a flexibilizar a determinação de proibição do comércio. Os empresários pedem que o decreto municipal seja revisto e sincronizado com o estadual, que prevê a reabertura das lojas a partir de 7 de abril.

Tal medida foi tomada para amenizar a propagação de Covid-19, doença respiratória aguda e que tem caso confirmado no município. Desde segunda-feira, 23 de março, as lojas consideradas não-essenciais estão proibidas de abrir ao público, sob pena de cassação do alvará.

A partir disso, um grupo foi formado tendo em vista a articulação da mobilização. Uma reunião ocorreu na manhã desta sexta-feira, 27 de março, com o prefeito Mário Pardini e médicos responsáveis pela coordenação das ações de controle da pandemia, onde foram explicados os impactos da medida em âmbito econômico, entre outros pontos. Após, uma parte do grupo decidiu postergar a manifestação para após 7 de abril.

Outro grupo, no entanto, manteve a manifestação para este sábado, mudando o local de concentração. Inicialmente marcada para sair do Largo da Catedral, a carreata foi para a Cohab 1. Isso porque a região central recebe grande estrutura para a campanha de vacinação contra a gripe.

O ato terá o seguinte percurso:  Saída da Praça da Cohab 1, sentido Rua Amando de Barros, Avenida Floriano Peixoto, Tenente João Francisco, vira na Praça do Bairro, desce a Rua Major Matheus, Avenida Floriano Peixoto e entra na Rua João Passos, até a Câmara Municipal de Botucatu.