Enem Digital: todo país receberá o projeto-piloto

Até 2026 o modelo será aplicado para todos os participantes

da Agência Educa Mais Brasil

A aplicação da prova em formato digital do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 é a principal novidade deste ano.  A princípio, nesta edição, seriam oferecidas 100 mil vagas para a participação no Enem Digital, que iria acontecer em municípios específicos, não havendo vagas para todo o Brasil. No entanto, após a publicação dos editais do Enem 2020, o Inep informou que vai estender a aplicação-piloto do novo modelo para todos os estados brasileiros e o Distrito Federal. 

O Enem Digital será aplicado nos dias 11 e 18 de outubro. Quem optar por este novo formato, após a inscrição não poderá mudar para a versão impressa. O Inep acredita que até 2026 o modelo seja aplicado para todos os participantes.

O órgão não se pronunciou oficialmente quanto aos rumores de que o Enem 2020 pode ser adiado, por conta da suspensão de aulas em todo o país em virtude da pandemia do novo coronavírus, a Covid-19, o que prejudica a carga horário do ano letivo. 

Em nota publicada ontem (02), o órgão afirmou que “está buscando garantir sua execução adequada, não apenas para cumprir com seu dever institucional, mas, principalmente, para não prejudicar mais ainda a sociedade brasileira. Inclusive, com o Enem Digital é oferecida à sociedade mais de uma aplicação durante o ano”. 

Como vai funcionar o Enem Digital 2020

A aplicação do Enem Digital 2020 será idêntica à do Enem impresso, não podendo ser feito em casa, à distância ou em computadores particulares. Os participantes que optarem pelo digital também irão se deslocar para os locais de prova, seguindo os mesmos horários e restrições daqueles que vão fazer o Enem tradicional. 

A estrutura da prova também permanece igual, com 45 questões de cada área do conhecimento, mais uma redação que deverá ser desenvolvida no modelo dissertativo-argumentativo, com um máximo de 30 linhas. No caso da redação, será realizada da mesma forma que no Enem impresso, redigida manualmente.

No primeiro dia do exame serão aplicadas as provas de linguagens, códigos e suas tecnologias, redação e ciências humanas. Os estudantes terão cinco horas e meia para responder às questões e escrever o texto. No segundo dia, serão aplicadas as provas de ciências da natureza e matemática. Os participantes terão cinco horas de duração. No formato digital, Inep não irá dispor de atendimento especializado, estando apenas disponíveis para quem optar pela aplicação impressa.

Cronograma do Enem Digital 2020

Justificativa de ausência no Enem 2019: 6 a 17 de abril

Solicitação de isenção da taxa de inscrição: 6 a 17 de abril

Divulgação dos resultados da taxa de inscrição: 24 de abril

Período de recurso da taxa de inscrição: 27 de abril a 1º de maio

Período de inscrições no Enem Digital: 11 a 22 de maio

Pagamento da taxa de inscrição: 11 a 28 de maio

Solicitação de atendimento especializado: não possui nesta edição

Solicitação de tratamento pelo nome social: 25 a 29 de maio

Aplicação do Enem Digital: 11 e 18 de outubro